Suspeito de agredir o filho de 10 dias é preso em SP

Um desempregado, de 20 anos, foi preso na tarde de ontem, na Vila Clementino, zona sul da capital paulista, sob suspeita de agredir o próprio filho. As agressões ocorreram no dia 9 de janeiro, quando o bebê tinha 10 dias de vida.

AE, Agência Estado

23 de janeiro de 2012 | 16h05

A mãe da criança, de 23 anos, registrou boletim de ocorrência na última quinta-feira, 19. Ela contou à polícia que não procurou a polícia antes por temer que o marido a matasse.

A mãe da criança disse que no dia da agressão ela deixou o bebê com o companheiro enquanto dava comida para a outra filha, e ouviu o choro. Ao checar o que estava acontecendo, viu que a criança estava com sangue no nariz. Depois, a mulher testemunhou o homem dando um soco no bebê. Ela levou a criança para o Hospital São Paulo, onde permanece internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

No domingo, o suspeito foi até o hospital visitar o filho. Os funcionários da unidade acionaram a polícia e o homem foi encaminhado para o 42º Distrito Policial (Parque São Lucas). O delegado responsável pediu a prisão temporária do suspeito, que foi decretada pela Justiça.

Tudo o que sabemos sobre:
bebêagressãoSPprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.