Vítimas de arrastão em hospital do RJ prestam depoimento

Mais duas vítimas do arrastão ao Hospital Norte D''Or, em Cascadura, subúrbio do Rio, prestaram depoimento na 28ª DP (Campinho), zona norte, nessa terça-feira, 04. Os funcionários da unidade hospitalar devem ser ouvidos ainda nesta quarta, 5, e o delegado titular Jorge Farid Zahra espera que as outras vítimas se apresentem. Na terça, um dos seis bandidos foi identificado por uma das vítimas.

THAISE CONSTANCIO, Agência Estado

05 de fevereiro de 2014 | 10h29

Na noite de segunda-feira, 3, seis bandidos armados entraram no hospital e promoveram um arrastão. Eles obrigaram funcionários, inclusive os seguranças, acompanhantes e pacientes que aguardavam atendimento na recepção e deitarem no chão enquanto recolhiam bolsas, celulares, relógios e dinheiro. O delegado estima que pelo menos 12 pessoas tenham sido roubadas. Na saída, eles ainda roubaram um carro que entrava no Norte d''Or.

Moradores do bairro afirmam que assaltos e roubos a carros são recorrentes na região. Vizinhos disseram que esta é a terceira vez que o hospital é assaltado, mas nas outras vezes eles só invadiram o estacionamento.

Tudo o que sabemos sobre:
arrastãohospitalRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.