EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Coluna do Estadão

| Por Roseann Kennedy

Roseann Kennedy traz os bastidores da política e da economia, com Eduardo Gayer e Augusto Tenório

Governador de Alagoas pressiona por terras do grupo João Lyra na reforma agrária

Paulo Dantas procurou o ministro Paulo Teixeira (Desenvolvimento Agrário) para discutir o assunto; o grupo decretou falência em 2008 e deixou débitos milionários

PUBLICIDADE

Foto do author Roseann Kennedy
Por Roseann Kennedy
Atualização:

O governador de Alagoas, Paulo Dantas (MDB), recorreu ao governo Lula para agilizar a inclusão de terras das usinas Laginha, em União dos Palmares, e Guaxuma, em Coruripe, do Grupo João Lyra na reforma agrária. O grupo decretou falência em 2008 e deixou débitos milionários em impostos.

O governador de Alagoas, Paulo Dantas (MDB). Foto: Daniel Teixeira/Estadão

PUBLICIDADE

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira (PT), prometeu analisar o caso. “Estamos estudando esta matéria, ainda não decidimos”, afirmou o ministro à Coluna do Estadão, após conversar com o governador.

As propriedades envolvem disputa judicial com os sem-terra que reivindicam a desapropriação de áreas, e o governo alagoano diz que busca destravar a reforma.

Mas, as propriedades também são alvo de uma briga familiar pela massa falida do ex-deputado federal João Lyra, morto em 2021. Entre os herdeiros do usineiro, conhecido na década passada como o deputado mais rico do País, está Thereza Collor, viúva de Pedro Collor.

A Coluna do Estadão não conseguiu contato com o Grupo João Lyra e o espaço segue aberto para manifestação.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.