Convocação para ato pró-Bolsonaro na Paulista tem campanha paga nas redes sociais

Aliados do ex-presidente pagaram para impulsionar publicações que foram vistas mais de 350 mil vezes

PUBLICIDADE

Foto do author Vinícius Valfré
Por Vinícius Valfré

BRASÍLIA - A convocação para o ato deste domingo, 25, em defesa do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) conta com publicações patrocinadas nas redes sociais que contêm críticas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ao Supremo Tribunal Federal (STF). Deputados, vereadores e um senador pagaram para ampliar o alcance de posts que convocam bolsonaristas para o evento político.

PUBLICIDADE

A reportagem localizou 35 publicações em redes como Facebook e Instagram que somam 351 mil impressões. O termo significa a quantidade de vezes que um anúncio aparece em uma tela, o que pode incluir mais de uma visualização pela mesma pessoa.

“No próximo domingo, dia 25, às 15h, na Avenida Paulista, convido à (sic) todos para estarmos de verde e amarelo ao lado do nosso Presidente Bolsonaro. Vamos defender nossos valores. Vamos todos juntos!!”, diz uma publicação do senador Márcio Bittar (União-AC) que alcançou 30 mil impressões.

Publicação patrocinada na página do senador Marcio Bittar convoca para ato na Avenida Paulista em apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro Foto: Reprodução/Biblioteca de Anúncios Facebook

Filiado ao PL, Rafael Zucco patrocinou o anúncio do ato com uma foto dele ao lado de imagens de Bolsonaro e do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos). Nas hashtags do post, escreveu “#STFfvergonhanacional”, “STFvergonhamundial” e “foraSTF”.

Com menos de R$ 200 é possível alcançar milhares de usuários das redes sociais com posts patrocinados. O deputado estadual de Pernambuco Renato Antunes (PL) pagou R$ 199 para impulsionar um vídeo no qual confirma a presença no ato. A mensagem foi vista cerca de 20 mil vezes.

“Estamos confirmando nossa presença nesse ato público, pacífico, em defesa do Estado Democrático de Direito. Vamos estar com a camisa verde amarela, com a bandeira do Brasil, defendendo a nossa liberdade”, afirmou.

Bolsonarista e filiado ao PL de São Paulo, Rafael Zucco impulsionou post sobre ato pró-Bolsonaro na Paulista com as hashtags "foraSTF" e "STFvergonhamundial" Foto: Reprodução/Biblioteca de Anúncios Facebook

A manifestação convocada para a Avenida Paulista é considerada uma forma de medir o apoio popular do ex-presidente Jair Bolsonaro, pressionado por investigações que apontam envolvimento direto dele em uma tentativa de golpe de Estado. Na sexta-feira, 23, ele foi às redes sociais reforçar o convite. Ele afirmou que será um “ato pacífico”.

Publicidade

“Amigos de todo Brasil, em especial de toda São Paulo, daqui a dois dias, no domingo, o nosso encontro na Paulista. Um ato pacífico pelo nosso Estado Democrático de Direito, pela nossa liberdade, pela nossa família e pelo nosso futuro”, afirmou na gravação.

O governador Tarcísio confirmou a presença. Contudo, alguns aliados de Bolsonaro vão desfalcar a manifestação, como o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.