PUBLICIDADE

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores da política e da economia, com Gustavo Côrtes

Contra federação com PT, bancada do PV ameaça debandada

Integrantes do partido reclamam de falta de espaço

Foto do author Julia Lindner
Por Julia Lindner
Atualização:

Os seis deputados do PV articulam um pedido coletivo de desfiliação por estarem insatisfeitos com o espaço na federação com PT e PCdoB. O movimento é visto como uma sinalização de que os petistas não conseguem contemplar nem mesmo os integrantes do seu grupo político, quanto mais os demais. O partido do presidente Lula também tem sido alvo de reclamação de outras agremiações que compõem a base aliada por ocupar muitos espaços em ministérios e nos Estados. Os membros do PV planejam inicialmente pedir uma autorização para saírem por acordo, mas, se não der certo, já cogitam uma ação judicial.

O presidente Lula, no Itamaraty.  Foto: Wilton Junior/Estadão - 04/05/2023

PUBLICIDADE

Os parlamentares do PV alegam que têm sido alijados das principais decisões da federação, inclusive sobre a liderança do grupo. Também dizem que o PT quebrou acordos na divisão das comissões na Câmara. O partido queria assumir o colegiado de Educação ou Relações Exteriores, mas foi um dos últimos a poder escolher e acabou com o do Idoso, menos expressivo.

A decisão sobre os colegiados fez parte de uma tratativa para que o deputado Aliel Machado (PV-PR) abrisse mão de disputar uma vaga na Mesa Diretora da Câmara para garantir a eleição de Maria do Rosário (PT-RS).

O impasse virou mais um fator de dor de cabeça para o ministro Alexandre Padilha (Relações Institucionais), que também passou a atuar como bombeiro neste caso para conter as insatisfações na aliança.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.