PUBLICIDADE

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores da política e da economia, com Julia Lindner e Gustavo Côrtes

PMs poderão atuar no lugar de fiscais do Ibama

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:
 

No embalo da militarização do Ministério do Meio Ambiente, o Ibama estuda a possibilidade de firmar convênios com os Estados para policiais militares ambientais também atuarem em operações da autarquia. A ideia é acionar os batalhões quando não houver "braços" suficientes na fiscalização. Hoje, os PMs ambientais já podem aplicar multas, mas ficam restritos a episódios localizados. Caso a parceria se concretize, eles poderão trabalhar em situações mais amplas, como, por exemplo, na fiscalização contra o desmatamento na Amazônia.

PUBLICIDADE

Tamo... O ministro Ricardo Salles emplacou integrantes da PM em cargos de dirigentes do Ibama e do ICMBio. O presidente Jair Bolsonaro, que já foi multado em 2012, disse nesta semana, que "vibrou" com as nomeações da Pasta.

... junto. "Eram pessoas que tiveram um passado junto ao batalhão florestal ou similares, tiveram ao lado de vocês", afirmou Bolsonaro à plateia de ruralistas.

Prós e contras. Em nota, o ministério disse que os convênios "permitirão aumentar significativamente o efetivo de fiscalização". Grupo de servidores, contudo, temem fragilizar o processo de autuações.

No front. Já são quatro postulantes do PSL para as vagas do partido na Comissão Especial da reforma dos militares: Coronel Tadeu (SP), General Girão (RN), Coronel Chrisóstomo (RO) e Léo Motta (MG) - este último, o único que não veio das Forças Armadas.

Publicidade

Já é... Alvo do ministro da Educação, Abraham Weintraub, as pesquisas de ciências humanas já recebem menos recursos e bolsas do que as de ciências exatas e agrárias, segundo levantamento do CNPq feito a pedido da Coluna.

...assim. Houve mais concessões de bolsas para exatas do que para humanas no ano passado (17,8 mil contra 8 mil). A proporção é a mesma desde 2009, passando pelos governos PT e MDB. Até o final de 2018, as bolsas de humanas aumentaram em 25%, enquanto as de exatas, em 67%.

Na mira. Weintraub será questionado sobre o assunto em audiência pública no Senado nesta terça-feira.

Queda... Para escolher o novo titular do TST, Bolsonaro consultou o filho Flávio. Indicou o juiz do TRT da 1ª. Região Evandro Valadão (RJ). Preteriu Wilson Fernandes (SP), que integrava a lista tríplice e tinha a simpatia de Sérgio Moro.

...de braço. No meio jurídico, a escolha foi vista como indicação de que o ministro da Justiça, tradicionalmente ouvido para indicações em tribunais superiores, não falará mais alto que os filhos do presidente.

Publicidade

Com a palavra. Moro não retornou os contatos.

CLICK. Marcel van Hattem e Bia Kicis conversaram com o secretário da Previdência, Rogério Marinho. Os dois estão entre os maiores defensores da reforma no Congresso.

 Foto: Reprodução/Twitter Bia Kicis.

Inovação. O STF julga nesta quarta-feira ação sobre a proibição do Uber em Fortaleza. Em manifestação, a PGR, Raquel Dodge, argumentou em favor do aplicativo e disse que a lei municipal viola os princípios da livre iniciativa e valores sociais do trabalho.

Nova era. O diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, enviou um ofício à corregedoria-geral e à administração para adequar os pronomes de tratamento utilizados ao decreto do governo federal que proíbe "vossas excelências". Agora, é só senhor e senhora.

BOMBOU NAS REDES!

Publicidade

Secretário Especial da Previdência, Rogério Marinho. Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho: "A militância, instrumento para manutenção de privilégios, é mal informada sobre o atual sistema, injusto e insustentável", sobre fake news da Previdência.

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.