EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores da política e da economia, com Julia Lindner e Gustavo Côrtes

PSDB e DEM apostam em equilíbrio de Fachin

.

PUBLICIDADE

Por Luiza Pollo
Atualização:

Ilustração: Kleber Sales/Estadão 

Apesar de terem criticado e pressionado duramente o ministro Edson Fachin durante sua sabatina no Senado, parlamentares de PSDB e DEM apostam que ele não promoverá uma revanche na relatoria da Lava Jato. "Ele é moderado. Não vai ter caça às bruxas", diz um líder tucano. Na ocasião, Fachin foi indicado por Dilma Rousseff e era considerado petista. Foi submetido à mais longa sabatina de um candidato ao STF e teve 27 votos contrários. Hoje, os governistas reconhecem que Fachin tem perfil equilibrado, parecido com o de Teori Zavascki.

Siga a Coluna do Estadão:Twitter: @colunadoestadaoFacebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.