PUBLICIDADE

Aloysio Nunes, recém-nomeado por Lula, apoia candidatura de Ricardo Nunes nas eleições deste ano

‘Defendo que o PSDB o apoie’, disse o político que foi nomeado por Lula para a ApexBrasil, em Bruxelas

Foto do author Alex Braga
Por Alex Braga
Atualização:

O ex-chanceler Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) afirmou nesta terça-feira, 6, que vai continuar apoiando o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), nas eleições deste ano mesmo após sua saída da gestão municipal. Recém-nomeado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para o comando da Divisão de Assuntos Estratégicos da Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (ApexBrasil), que fica em Bruxelas, capital da Bélgica, o ex-senador afirmou que vai votar em Ricardo Nunes, pois “nunca viu ele fazendo a pregação desmiolada dos bolsonaristas.”

Aloysio Nunes foi nomeado por Lula para a chefia da Divisão de Assuntos Estratégicos da Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (ApexBrasil) Foto: Andre Dusek / Estadão

PUBLICIDADE

Para assumir a nova função, o candidato à vice-presidente da República de Aécio Neves (PSDB) no pleito de 2014 deixou o cargo de presidente da SP Negócios, agência de promoção de exportação e investimentos da capital paulista.

Esta saída do governo municipal criou a expectativa de alguns políticos de que ele pudesse apoiar a candidatura de Guilherme Boulos (Psol-SP), nome apoiado por Lula na corrida eleitoral para a prefeitura da maior cidade do País. “Defendo que o PSDB o apoie. O partido está em alguns dos principais cargos na administração”, disse Aloysio Nunes ao canal CNN.

Sobre o candidato de Lula, Aloysio disse que Boulos “é um rapaz valoroso e dá visibilidade à pauta da habitação popular”. Porém, o tucano recordou que o atual chefe do Executivo paulistano é do MDB, mesmo partido da ministra do Planejamento, Simone Tebet (MDB), e de outros dois ministros - Renan Filho (MDB), ministro dos Transportes, e Jader Filho (MDB), ministro das Cidades.