PUBLICIDADE

Há 75 anos, o Partido Nazista era dissolvido

Aliados iniciavam caçada aos nazistas e colaboradores e reuniam provas para julgamento

Por Liz Batista
Atualização:
O Estado de S.Paulo - 15/5/1945 Clique aqui para ver a página Foto: Acervo/Estadão

#O final da Segunda Guerra Mundial nas páginas do Estadão Com a completa rendição alemã aos aliados e o final da Segunda Guerra Mundial na Europa em 8 de maio de 1945, caiu o Terceiro Reich que governou a Alemanha por 12 anos. A dissolução do Partido Nazista aconteceu em seguida, em 14 de maio daquele ano, como noticiou o Estadão (sob intervenção) "Destruídas, juntamente com o partido nazista, a obra de Hitler e do Ministério da Propaganda. Revogada toda a odiosa legislação nazista"

O Estado de S.Paulo - 15/5/1945 Clique aqui para ver a página Foto: Acervo/Estadão

PUBLICIDADE

#Leis nazistas isolaram minorias e fizeram da perseguição aos judeus uma política de Estado

Sob os escombros do regime que Hitler preconizou que viveria por mil anos, os aliados começavam a caçada e punição aos oficiais responsáveis pelas atrocidades cometidas durante a guerra. Do Comandante Supremo das forças aliadas na Europa, o general americano Dwight D. Eisenhower, veio a declaração que definiu o tratamento reservado aos nazistas e seus colaboradores "Os nazistas são inimigos e como inimigos serão tratados".

O Estado de S.Paulo - 15/5/1945 Clique aqui para ver a página Foto: Acervo/Estadão

A cobertura do jornal seguia tratando dos esforços para localizar e capturar  o comandante e chefe da SS, Heinrich Himmler, "o único nazista do grupo dos 'quatro grandes' (Hitler, Goering, Himmler e Goebbels) que ainda se acha solto".

#Tribunal de Nuremberg: o horror no banco dos réus

Uma nota detalhava os métodos de extermínio usados pelos nazistas noa campos de concentração. O texto trazia um cálculo aproximado de quantos judeus eram mortos nas câmaras de gás semanalmente em Birkenau, "cerca de 40 mil judeus". Hoje, sabe-se que entre 5 a 6 milhões de judeus morreram no Holocausto. 

O Estado de S.Paulo - 15/5/1945 Clique aqui para ver a página Foto: Acervo/Estadão

Outra nota, contava como soldados aliados fizeram funcionários municipais de Leipzig comparecer ao sepultamento dos corpos carbonizados de 120 pessoas assassinadas pelos nazistas nos campos. Em novembro do mesmo ano começaram os nazistas foram levados a julgamento por crimes de guerra e contra a humanidade no Tribunal de Nuremberg. A Segunda Guerra Mundial foi a maior, mais mortal e mais cara da história da humanidade, calcula-se que aproximadamente 70 milhões de pessoas morreram por causa do conflito. 

Publicidade

Mais sobre a Segunda Guerra Mundial no Acervo Estadão:

#Tópico: Segunda Guerra Mundial

Personalidades:#Perfil: Adolf Hitler

#Perfil : Benito Mussolini

Notícias:

#O final da Segunda Guerra Mundial nas páginas do Estadão

#Albert Einstein, uma voz contra o nazismo

Publicidade

#As leis antissemitas na Alemanha nazista

#A invasão da Polônia

#Japoneses atacam Pearl Harbor

#'Dia D' mudou rumo da Segunda Guerra

#A bandeira americana em Iwo Jima

#A execução de Mussolini

#A morte de Hitler

Publicidade

#As bomba atômicas contra Hiroshima e Nagasaki

#Saiba o que foi o Plano Marshall

#Tribunal de Nuremberg: o horror no banco dos réus

# Nazismo no discurso de Roberto Alvim vai além da citação a Goebbels

#Dops definia nazismo como extremismo de direita

Acervo Estadão

Todas as edições | Censuradas | Tópicos | Personalidades | Lugares | Páginas da História

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.