PUBLICIDADE

Ações do Yahoo caem com falha de presidente em conter queda de receita

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

As ações do Yahoo caíam cerca de 7 por cento nesta quarta-feira com as receitas em declínio da empresa testando a confiança dos investidores nos esforços de reestruturação da presidente-executiva Marissa Mayer, levando vários analistas a reduzir suas metas de preço alvo para os papéis. As ações do Yahoo quase dobraram no ano passado, com os investidores depositando esperanças em Mayer e no crescimento da varejista chinesa online Alibaba, na qual o Yahoo detém uma grande participação. Pelo menos quatro corretoras reduziram o preço-alvo para as ações do Yahoo, que operavam em baixa de 6,74 por cento às 14h43(horário de Brasília), a 35,62 dólares. O Yahoo divulgou na terça-feira uma queda nos preços de publicidade online e um crescimento mais lento do Alibaba. A receita geral do Yahoo caiu 6 por cento nos últimos três meses do ano, para 1,266 bilhão de dólares, marcando quatro trimestres consecutivos de diminuição na receita. A queda na receita foi em grande parte impulsionada por um recuo de 7 por cento na unidade de preços de anúncios, devido a uma mudança para dispositivos móveis, para os quais as taxas de publicidade foram menores, e à implantação de um novo formato de anúncios, que registrou volumes fortes, mas preços menores, disse o analista Robert Peck, da SunTrust Robinson Humphrey. Depois de assumir a empresa em julho de 2012, Mayer se moveu agressivamente para promover o arranque da empresa com transformações de produtos, aquisições e grandes contratações na área de mídia. Mas o negócio de vendas de anúncios continua a lutar num momento em que rivais como o Google e Facebook estão divulgando forte crescimento da receita. (Por Supantha Mukherjee em Bangalore)

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.