PUBLICIDADE

Bin Laden: Lutar no Iraque é a melhor ajuda a palestinos

Em 2ª mensagem em dois dias, líder da Al-Qaeda volta a pregar Jihad.

Por Rob Watson
Atualização:

O dissidente saudita Osama Bin Laden pediu aos muçulmanos em uma segunda mensagem de áudio que se unam à inurreição no Iraque por esta ser, segundo ele, a melhor forma de apoiar os palestinos. Na primeira mensagem, divulgada na quarta-feira, o líder da rede extremista al-Qaeda advertiu os governos da União Européia para uma reação forte contra a republicação de uma charge que mostra o profeta Maomé. Estas duas foram as primeiras mensagens divulgadas de Bin Laden desde novembro. O tema desta mais recente é a questão dos palestinos. "A Palestina não pode ser retomada por negociações e diálogo, mas a ferro e fogo", afirmou. Bin Laden diz que a melhor forma de fazer isso no momento é apoiando a insurreição no Iraque, que ele qualifica como o campo mais próximo da Palestina para realizar a chamada guerra santa contra os infiéis, o Jihad. Ao ressaltar a causa palestina, o líder da Al-Qaeda está levantando uma questão que pode ter ressonância entre muitos muçulmanos. Na mensagem anterior, Bin Laden ressaltou a idéia de que o Islã e os muçulmanos em toda a parte estão sob ataque. Embora fontes de inteligência ocidentais continuem a ver Osama Bin Laden como um forte oponente, eles também argumentam que a Al-Qaeda sofreu revéses recentemente, com uma reviravolta no Iraque e a morte e captura de vários de seus líderes mais destacados. O líder da Al-Qaeda não é visto em vídeo desde outubro de 2004. Acredita-se que Bin Laden esteja escondido na região da fronteira entre o Afeganistão e o Paquistão. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.