PUBLICIDADE

Carnaval do Rio quer ser ‘maior evento lixo zero do mundo’ e terá camarote carbono neutro

Fecomércio firma parceria com Liesa para reciclar quase a totalidade de resíduos; Grupo Soma irá compensar carbono

PUBLICIDADE

Foto do author Marcio Dolzan
Por Marcio Dolzan

Os desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí, no Rio, terão muito samba, luxo, torcida e… uma preocupação maior com a sustentabilidade. Entre as iniciativas estão a intenção de tornar o carnaval da avenida no maior evento lixo zero do mundo e neutralizar as emissões de carbono em um camarote que espera pela visitação de 6.500 pessoas em cinco dias.

PUBLICIDADE

Esta semana, o Sistema Fecomércio-RJ assinou uma parceria com a Liga das Escolas de Samba (Liesa) com a meta de reciclar quase todos os resíduos sólidos que forem produzidos durante todos os dias do carnaval. O acordo prevê a distribuição de 15 equipamentos de corte e fragmentação de metais, plásticos e vidros ao longo da Sapucaí. Agentes também irão circular em meio ao público conscientizando sobre a necessidade de reciclar. Uma cooperativa de catadores também atuará recolhendo latinhas.

“Nós estamos levando para a avenida nossas máquinas e nossas parcerias para a coleta de latas e de diversos outros resíduos. E esse é apenas o pontapé inicial de uma parceria que vai se estender ao longo de todo o ano, porque o Sistema Fecomércio tem todo um arsenal de ferramentas que permite a capacitação e o suporte àquelas pessoas que fazem do carnaval o maior espetáculo da Terra”, disse o presidente do Fecomércio-RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior.

Sistema Fecomércio-RJ assinou uma parceria com a Liga das Escolas de Samba (Liesa) com a meta de reciclar quase todos os resíduos sólidos que forem produzidos durante todos os dias do carnaval. Foto: Fabio Motta/Estadão

Livro dos recordes

Batizada de Recicla Sapucaí, a iniciativa planeja entrar no Guinness, o livro dos recordes, como o maior evento lixo zero do planeta. O total a ser reciclado não está estimado, mas apenas em latinhas recolhidas a previsão é de que cheguem a dez toneladas.

Outra iniciativa sustentável vem do Grupo Soma, que tem em seu portfólio marcas como Farm, Animale, Hering, NV, Cris Barros, Foxton, Dzarm, Maria Filó e Fábula. A empresa terá um camarote de três andares – são mais de mil metros quadrados – e promete neutralizar toda e emissão de carbono que ocorrer ao longo dos cinco dias de desfiles.

“Entram na conta de compensação o transporte dos convidados e das atrações, o consumo de energia, materiais cenográficos e insumos em geral, para citar alguns”, afirma Taciana Abreu, head de Sustentabilidade do grupo.

A empresa aderiu ao carbono neutro há cerca de três anos. “Em 2022, as 75.068 toneladas de gases de efeito estufa mapeadas na nossa operação foram compensadas através da compra de créditos de carbono provenientes de energia renovável e biogás (75%) e de restauro florestal (25%)”, diz Taciana. “Faremos o mesmo com as emissões do camarote.”

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.