PUBLICIDADE

Chuvas chegam e jamelões causam acidentes em GO

Por RUBENS SANTOS
Atualização:

A temporada de chuvas está começando e com ela a expectativa de atenção redobrada para motoristas e motociclistas, nas dezenas de ruas de Goiânia que foram arborizadas com jamelões (Syzygium cumini). Também conhecida em Goiás por jambolão, no Sul a árvore que cresce rápido e alcança altura de até 10 metros virou guapê e, no Nordeste, "azeitona preta". Nativa da Índia, os frutos maduros caem roxeados. Parecidos com jabuticabas, mancham calçadas e o teto dos veículos, e tornam lisa e escorregadia as ruas asfaltadas.Um dos pontos que mais chama atenção fica na avenida Antonio Fidelis, no Parque Amazônia ou Parque Amazonas - as ruas respondem pelos dois nomes. O bairro fica na vizinhança da Nova Suíça com Jardim América, em Goiânia, e divisa do município vizinho de Aparecida de Goiânia."Vai parecer exagero, mas já cai duas vezes e vi muitos outros acidentes nesse trecho da avenida", comentou à reportagem o motoboy Gilvan Medeiros. "Aqui é tiro certo; choveu as motos começam a cair e os carros a bater", garante a dona de casa Lucélia Marangoni.O problema aparece no período chuvoso, quando as frutas do jambolão caem do pé. Cultivadas às dezenas, e de tamanhos variados, as árvores se localizam em várias ruas e avenidas. E podem superar os oito metros de altura.FrutosEmbora encarados como perigosos para motociclistas desavisados, ou inconvenientes por donas de casa pela sujeira, manchas e rachaduras nas calçadas pelo volume de raízes, os jamelões são bem-vindos no campo.A produtora rural Rosamira de Souza Silva (64), de Bela Vista, região metropolitana de Goiânia, garante que as árvores de jamelão ou jambolão dão boa sombra. E seus frutos são apreciados por peixes, galinhas, porcos, bezerros e vacas. Em sua propriedade, plantou vários pés da frutífera, ressaltou."Os peixes páram, na água, quando os frutos de jambolão caem", declarou. "Os bezerros, as vacas, os porcos e os touros comem com avidez, demonstrando que o fruto é aprazível", afirmou a produtora.ObesidadeNome de rua em várias cidades brasileiras, os jamelões fazem parte da lista de mais de 250 mil espécies de plantas medicinais, existentes no planeta terra. Quem afirma é a farmacêutica Mara Rúbia Ferreira de Freitas (55), goiana de Jataí, uma especialista em Fitoterapia e Homeopatia. "O jambolão ou jamelão ajuda a reduzir a obesidade e, em casos de diabetes. Diminui a taxa de glicose."Coordenadora da área de Ensino e Pesquisa do Hospital de Medicina Alternativa de Goiânia (HMA), Mara Freitas explicou que o jambolão, na forma "in natura", é empregado no controle da glicemia, na forma de chá, xarope ou cápsulas.No HMA, em Goiânia, agrônomos trabalham com uma coleção dessas plantas, empregadas no tratamento homeopático e fitoterápico de pacientes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.