PUBLICIDADE

Envolvido no caso Lancellotti cai em contradição

Por AE
Atualização:

Várias contradições e revelação sobre doação de dinheiro pelo padre Júlio Lancellotti marcaram ontem o depoimento de Marcos José de Lima no inquérito que apura extorsão ao religioso. Lima recuou dos depoimentos anteriores e negou ter tido relações sexuais com o padre. A polícia ainda vê com cautela a informação revelada por Lima, preso desde abril, de que recebia espontaneamente de R$ 550 a R$ 1,5 mil diariamente para se livrar das drogas, por 32 meses. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.