PUBLICIDADE

Fazenda é invadida por 70 sem-terra em Riversul-SP

Foto do author José Maria Tomazela
Por José Maria Tomazela
Atualização:

Cerca de 70 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) invadiram hoje a Fazenda Kankan, em Riversul, no sudoeste de São Paulo, a 370 quilômetros da capital paulista. A invasão faz parte da ofensiva iniciada no Dia Internacional da Mulher, sábado. O grupo saiu de assentamentos localizados na Fazenda Pirituba, em Itaberá (SP). A área de 115 hectares (1,15 milhão de metros quadrados) era considerada de herança vacante - os antigos proprietários morreram sem deixar herdeiros. Nesses casos, as terras passam a integrar o patrimônio do Estado. No caso da Kankan, a propriedade seria transferida à Universidade de São Paulo (USP) para a instalação de um centro experimental em agricultura. De acordo com o MST, a USP nunca assumiu a propriedade rural, que, há décadas, é explorada por um criador de gado da região. De acordo com o coordenador regional do MST Laudecir Silva, as famílias acampadas querem que a área seja retomada pelo governo de São Paulo e destinada à reforma agrária. A Polícia Militar (PM) confirmou que houve a invasão da área. O dono do gado não tinha procurado a PM até o início da noite.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.