PUBLICIDADE

Ferrari duvida que seja a mais rápida no GP da Austrália

Por ALAN BALDWIN
Atualização:

A Ferrari dificilmente terá o carro mais rápido quando a temporada da Fórmula 1 começar, em março, no GP da Austrália, mas a equipe italiana espera estar num nível em que o talento do seu piloto Fernando Alonso possa fazer a diferença, segundo o diretor Stefano Domenicali. "A situação no momento parece estar ok; ok com a programação que temos", disse o italiano à Reuters num evento do Hall da Fama da revista Motor Sport, na noite de segunda-feira, em Londres. "A meta é estarmos perto dos carros da ponta ..., eu ficaria muito surpreso se (a Ferrari) fosse a mais rápida na primeira corrida. Mas se estivermos todos próximos em um par de décimos (de segundo), aí a temporada é realmente longa, e tudo é possível." Em 2012, a Ferrari começou a temporada com um carro difícil de dirigir e relativamente lento, mas Alonso manteve a equipe no páreo fazendo algumas corridas notáveis, enquanto os técnicos se empenhavam em melhorar o desempenho. Na metade da temporada, o espanhol chegou a ter uma liderança confortável, mas Sebastian Vettel, da Red Bull, conseguiu se recuperar e se sagrou tricampeão na prova de encerramento, no Brasil. Domenicali disse que a situação agora é muito diferente da de fevereiro do ano passado, quando o brasileiro Felipe Massa testou o F2012 pela primeira vez e ligou em seguida para o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, dando-lhe as más notícias. A temporada de 2013 começa em 17 de março, em Melbourne.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.