PUBLICIDADE

Ficou mais rápido tirar visto para os EUA? Tire as suas dúvidas antes de viajar

Saiba como conseguir o documento que permite entrar nos Estados Unidos, quanto ele custa, por quanto tempo vale e outras informações

Por Fabio Grellet
Atualização:

Com o fim da pandemia de covid-19, o Brasil passa por uma enorme demanda por vistos para os Estados Unidos. Em média, 6 mil pedidos são processados todos os dias nas cinco representações consulares existentes do País. Ao todo, 1,2 milhão de vistos para entrar nos EUA deverão ser processados até o fim deste ano no Brasil.

O Estadão preparou uma lista de Perguntas & Respostas sobre as principais dúvidas na hora solicitar o documento obrigatório de entrada em território norte-americano. Confira:

Qual é o preço do visto americano?

O valor da taxa de solicitação é de US$ 185.

A AG Immigration, escritório de advocacia imigratória especializado em green cards e com sede em Washington, destaca que esse valor não é reembolsável. Se a pessoa tiver o visto negado e quiser pedir novamente, terá de pagar a taxa mais uma vez.

O visto para turista (categoria B1/B2) pode valer por até 10 anos. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Qual é o tempo de espera para tirar o visto americano?

O tempo de espera para a entrevista muda diariamente de acordo com cada posto consular e pode ser conferido neste link. Veja a quantidade de dias com base na fila em 22 de setembro de 2023:

  • São Paulo: 169 dias
  • Brasília: 17 dias
  • Rio de Janeiro: 45 dias
  • Recife: 177 dias
  • Porto Alegre: 208

PUBLICIDADE

Em agosto, os prazos eram bem maiores. Em São Paulo, por exemplo, a espera chegou a ser de 262 dias para a entrevista. No Rio, 108 dias. A maior redução foi em Brasília, onde o tempo de espera era de 182 dias no mês passado.

A Embaixada dos Estados Unidos em Brasília informou que, desde junho, foram disponibilizados mais de 300 mil agendamentos de vistos em todo o País, o que resultou em substancial redução no tempo de espera em todos os locais para os solicitantes de visto pela primeira vez.

Segundo a AG Immigration, nos sete primeiros meses do ano foram emitidos 653 mil vistos para brasileiros, sendo 617,5 mil de negócio e turismo (B1/B2).

Vistos vencidos em até 48 meses podem ser renovados sem necessidade de entrevista. O site da embaixada informa os critérios para isenção de entrevista. Estudantes têm prioridade.

O que fazer para tirar visto para os EUA?

Preencha o formulário DS-160 e imprima a página de confirmação: https://ceac.state.gov/genniv/

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

Acesse o Sistema de Agendamentos para pagar a taxa de solicitação e agendar uma entrevista: https://ais.usvisa-info.com/

A AG Immigration fez um passo a passo do procedimento:

  • Preencha o formulário DS-160 no site do Departamento de Estado dos EUA. Antes, certifique-se de estar com seu passaporte em mãos.
  • O preenchimento é em inglês, menos quando o formulário pede que seu nome seja escrito na língua nativa (no caso, português).
  • Após o preenchimento, imprima a página de confirmação do DS-160 com a sua identificação (Application ID).
  • Em seguida, acesse o site do CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto) e preencha o formulário, escolhendo o visto de negócio e turismo (B1/B2);
  • Pague a taxa de solicitação do visto (MRV) via boleto bancário ou cartão de crédito internacional.
  • Depois que o pagamento for compensado, marque os agendamentos. São dois: um no CASV e outro no consulado. Em Porto Alegre, os dois ficam no mesmo local. Se houver disponibilidade, ambos os agendamentos poderão ser feitos para o mesmo dia. Atenção: o agendamento no CASV precisa ser marcado antes da entrevista no consulado, mas o sistema pede que você primeiro selecione a data do consulado.
  • Em seguida, imprima a página de confirmação do agendamento.
  • O agendamento no CASV serve para a coleta de foto e digitais (biometria). É preciso levar o passaporte atual e anteriores (se tiver) e as páginas impressas de confirmação do DS-160 e do agendamento.
  • Já no consulado, um oficial fará perguntas sobre o motivo da viagem e poderá pedir documentos que comprovam seu vínculo com o Brasil e informações que você deu ao preencher o formulário DS-160.
  • Os consulados e a embaixada proíbem a entrada com celular, aparelhos eletrônicos e objetos cortantes ou inflamáveis. Mas na porta da embaixada e dos consulados existem guarda-volumes particulares, para que a pessoa deixe seu celular e demais itens.
  • Caso o visto seja aprovado, um oficial consular ficará com o seu passaporte e em até 15 dias você receberá um e-mail com as informações de quando buscá-lo (caso não tenha escolhido a opção de envio para seu endereço mediante pagamento de taxa). Você tem até 30 dias para buscá-lo, a partir da data informada.

Publicidade

Onde posso tirar o visto americano no Brasil?

Você pode tirar seu visto na embaixada dos EUA em Brasília ou em um dos postos consulares, em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife ou Porto Alegre.

Quanto tempo dura o visto?

O visto para turista (categoria B1/B2) pode valer por até 10 anos. Dentro do prazo de validade, a pessoa pode viajar aos Estados Unidos quantas vezes quiser. Se ela tem o visto de turista, a cada viagem o oficial de imigração estipula um prazo máximo de permanência e ela precisa respeitar esse prazo (de até seis meses).

Quanto tempo demora para receber o visto, depois da entrevista?

A seção consular tem até 15 dias úteis para devolver o passaporte.

Quais os motivos mais frequentes para ter o visto negado?

Consultada pela reportagem, a Embaixada dos Estados Unidos informou que “todos os solicitantes de visto devem demonstrar ao oficial consular que não têm intenção de usar seu visto de visitante para permanecer indefinidamente nos EUA e que possuem os recursos e a intenção de pagar por todos os gastos de sua viagem”. Segundo a Embaixada, a taxa de aprovação de vistos no Brasil é de 85%.

Segundo a AG Immigration, os principais motivos de negativa são:

· não demonstrar vínculos com Brasil e, portanto, o oficial consular não ter certeza de que a pessoa vai retornar ao País. Se a pessoa já tiver viajado para outros países (principalmente na Europa e América do Norte) antes de solicitar o visto norte-americano, fica mais fácil obter o documento.

· mentir no DS-160. A pessoa diz no formulário que é influenciadora, por exemplo, e quando perguntada da profissão na entrevista afirma que é vendedora. Ou diz que não tem parente nos EUA, mas o oficial consular descobre que ela tem. É importante que na entrevista a pessoa diga exatamente o que escreveu no DS-160 e não minta. Quando se passa muito tempo entre a entrega do formulário e a entrevista, a pessoa corre maior risco de esquecer o que informou no formulário.

Publicidade

· não comprovar condições financeiras de se manter nos EUA pelo período da viagem.

· Não levar todos os documentos necessários. Se no formulário DS-160, por exemplo, a pessoa afirma que ganha R$ 10 mil reais, ela deve levar à entrevista os documentos comprobatórios dessa renda. Se eles forem solicitados pelo oficial consular e a pessoa não apresentar, pode ter o visto negado. Outro problema é se apresentar como empresário no formulário, mas não levar à entrevista o contrato social ou imposto de renda da empresa.

· Violação do visto anterior: o Brasil é o 9º país do mundo com mais pessoas violando o tempo de permanência do visto - quando o viajante recebe autorização para ficar 30 dias e acaba ficando 31 ou mais, por exemplo. Isso pode prejudicar pedidos de renovação ou mesmo de um novo visto.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.