PUBLICIDADE

Jobim: 'Aeroportos não terão problemas graves no feriado'

Por Tania Monteiro
Atualização:

Ao contrário do que declarou no início da semana, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse hoje acreditar que os passageiros não enfrentarão problemas graves nos aeroportos neste feriado prolongado. "Estamos preparados para eventuais ocorrências, embora questões meteorológicas possam atrapalhar isso. Mas, no momento, está tudo sob controle e temos regras de contingência", afirmou o ministro, ao participar de cerimônia no Clube do Exército. Segundo o ministro, os problemas maiores estão concentrados em São Paulo. Ele anunciou para a semana que vem a decisão sobre onde será construída a terceira pista do aeroporto de Guarulhos. Disse também que brevemente o governo vai decidir a localização do terceiro aeroporto em São Paulo. Jobim lembrou que a partir de 1º de dezembro a nova malha aérea entrará em operação e que ainda poderão ocorrer alguns problemas, mas que "não será nada grave". Jobim lembrou que já foram feitas contratações temporárias, para facilitar o atendimento ao público nos aeroportos de São Paulo, e disse que o ministro da Justiça, Tasso Genro, informou a contratação de agentes administrativos para liberar policiais para o trabalho de verificação de passaportes. Com relação à empresa aérea BRA, que suspendeu suas atividades na semana passada, Jobim espera que em breve os passageiros dos vôos regulares consigam embarcar nos demais vôos. Para isso, afirmou, as empresas TAM e Gol estão colaborando. Sobre a fusão das companhias regionais Trip e Total o ministro considerou o processo importante. Na avaliação do ministro, a fusão de empresas dá maior envergadura às companhias. "A fusão neste momento é importante", afirmou. "Precisamos chegar a quatro ou cinco empresas fortes e o caminho é a fusão".

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.