PUBLICIDADE

Metroviários aceitam acordo e cancelam greve em SP

Foto do author Beatriz Bulla
Por Beatriz Bulla
Atualização:

Os metroviários de São Paulo decidiram aprovar a proposta de pagamento da participação dos lucros e resultados (PLR) feita pelo Metrô e cancelar a greve, que poderia começar na quarta-feira. Em audiência de instrução e conciliação no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª região (TRT) na tarde desta terça-feira, ficou acertado que o cálculo da PLR obedecerá aos critérios do último ano e o pagamento será feito em fevereiro de 2013. Os trabalhadores do Metrô aprovaram o acordo em assembleia no início desta noite. A liminar que previa multa diária de R$ 100 mil em caso de paralisação foi mantida na audiência do TRT.O pedido do Sindicato dos Metroviários era de pagamento de PLR igual para todos os funcionários. O que ficou acertado é que todos os empregados da empresa receberão como PLR parcela fixa de R$ 3.251,15, além de 40% do salário nominal. O critério é o mesmo adotado no ano passado. Para este ano, de acordo com o sindicato, o Metrô pretendia aumentar a porcentagem de PLR a ser paga aos altos cargos, mas teve de voltar atrás.Além disso, os metroviários pediam o pagamento de parcela antecipada de abril de 2013, proposta da empresa, para outubro. Com o acordo, o pagamento será feito em fevereiro do próximo ano.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.