PUBLICIDADE

PF prende 15 em operação contra fraude no Detran

Por Paulo R. Zulino
Atualização:

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje 15 pessoas, entre funcionários do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e despachantes, em São Paulo e Pernambuco, acusados de fazer parte de uma quadrilha que agia na expedição de certificados fraudulentos de registro e licenciamento de veículos. De acordo com o setor de Comunicação Social da PF em Pernambuco, as investigações, que culminaram na Operação Papirus, começaram há cerca de quatro meses e revelaram a existência de um esquema organizado por funcionários do Detran, que implantavam informações falsas no sistema, além de emitir documentos para carros roubados e furtados em todo o País. A Polícia Federal estima que os criminosos vêm agindo há cerca de dois anos. Só no ano passado, eles teriam movimentado cerca de R$ 1,5 milhão, por meio da emissão de mais de 200 certificados de registro e licenciamento de veículos fraudulentos. Os documentos eram vendidos por aproximadamente R$ 7 mil cada um. Participam da operação de hoje pelo menos 118 policiais, que cumpriram 15 mandados de prisão, 2 dos quais em São Paulo, e 20 mandados de busca e apreensão, 2 também em território paulista. Além de acabar com a emissão dos documentos irregulares, a ação também deve analisar financiamentos bancários obtidos pelo bando e localizar caminhões que estão trafegando com certificados falsos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.