PUBLICIDADE

PF prende dois policiais acusados de seqüestro em SP

Com eles foram encontrados cerca de R$ 40 mil sem a origem informada pelos detidos

Por Solange Spigliatti
Atualização:

Dois policiais civis foram presos em flagrante ontem na região da Barra Funda, zona oeste de São Paulo, acusados de seqüestro e concussão - exigência de vantagens feitas por funcionário público. Segundo a Polícia Federal (PF), policiais faziam investigações na região quando abordaram seis indivíduos que se encontravam em um estacionamento agindo de modo suspeito. Com eles foram encontrados cerca de R$ 40 mil sem a origem informada pelos detidos. Como o telefone celular de um deles não parava de tocar, um dos policiais atendeu ao chamado e constatou se tratar de uma negociação suspeita, combinando o local e horário para a realização de um encontro numa churrascaria localizada no bairro da Barra Funda. Os autores da ligação são dois policiais civis e uma terceira pessoa, mantida seqüestrada desde a manhã de ontem. O dinheiro apreendido seria utilizado para o pagamento dos policiais pela não apreensão de mercadoria ilegal e liberação do seqüestrado. A PF localizou um caminhão com a carga de 98 caixas de cigarro e 397 pacotes com dez maços cada, um dos objetos de negociação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.