PUBLICIDADE

Protesto vira confronto entre moradores e PM em SP

Por AE
Atualização:

Dois manifestantes foram detidos na tarde de hoje durante um protesto de moradores da comunidade do Corujão, na Vila Guilherme, na zona norte de São Paulo. Cerca de 30 pessoas realizam uma manifestação contra a desocupação do terreno. O grupo iniciou o protesto às 13 horas e a Polícia Militar foi acionada para acompanhar o ato. Segundo a corporação, os moradores da comunidade Coruja atearam fogo em pedaços de madeiras e pneus na Avenida Guilherme, altura do número 1.500. O Corpo de Bombeiros enviou equipes para apagar as chamas.Houve confronto entre manifestantes e policiais militares e dois homens foram detidos e levados para a 9º DP, no Carandiru.No domingo, 5, a favela foi atingida por um incêndio. Duas pessoas morreram e duas ficaram feridas. Parte dos barracos foi destruída. Hoje, os moradores tentaram voltar para suas casas, mas foram impedidos. Em seguida, eles iniciaram o protesto. Cerca de 800 pessoas moram no local, em aproximadamente 300 barracos e pelo menos 60 moradias já foram destruídas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.