Samsung vai controlar gastos pela 1a vez desde começo da crise

PUBLICIDADE

Por Redação
1 min de leitura

A Samsung Electronics adotou planos de gastos cautelosos pela primeira vez desde o começo da crise financeira, mantendo seu plano de investimento nos mesmos níveis de 2012, em um momento no qual a demanda por chips de computadores perde força e de smartphones desacelera. A companhia, uma das empresas que mais investem no setor, aumentou suas despesas de capital a cada ano desde 2004, exceto em 2009, para atender à crescente demanda por sua variedade de produtos eletrônicos e dispositivos móveis. A Samsung vendeu um volume recorde de 700 mil smartphones por dia no último trimestre. Mas com o mercado de computadores pessoais se contraindo pela primeira vez em 11 anos, o mercado global de smartphones está crescendo mais lentamente e a Apple deve comprar menos microprocessadores da Samsung usados no iPhone e no iPad, a gigante sul-coreana agora se vê forçada a controlar seus gastos. A Samsung, que registrou lucro recorde anual e trimestral, disse que manterá os investimentos no mesmo patamar de 2012. Dados da companhia mostraram que a Samsung começou a reduzir o investimento planejado no último trimestre. A Samsung disse que gastou 4,4 trilhões de wons entre outubro e dezembro, levando seu investimento de 2012 para um recorde de 23 trilhões de wons (21,5 bilhões de dólares). Mas a companhia disse em outubro que estava a caminho de gastar 25 trilhões de wons em 2012. Analistas esperavam um corte de 4 a 20 por cento nos gastos de capital da Samsung para 2013. (Por Miyoung Kim)

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.