PUBLICIDADE

Subprefeitura de SP diz que não apóia shopping de Law

Prefeitura diz que vai fiscalizar atuação de chinês acusado de ser maior contrabandista do País

Por Paulo R. Zulino
Atualização:

A Subprefeitura da Mooca divulgou nota assegurando que não apóia um shopping popular no Pari, na zona leste de São Paulo. O empreendimento estaria sendo montado pelo empresário Law King Chong, que foi preso acusado, entre outros crimes, de ser o maior contrabandista do País. A nota diz que "a respeito das notícias divulgadas sobre novo shopping no Pari, a Subprefeitura Mooca não oferece qualquer apoio a iniciativas particulares daquela natureza, mas, sim, fiscaliza os espaços no que diz respeito à documentação necessária para funcionamento, conforme prevê a legislação." A Subprefeitura garantiu no texto que o empreendimento não está funcionando e que será alvo de atuação como outros estabelecimentos comerciais da região.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.