PUBLICIDADE

Tentativa do deputado Protógenes de proibir filme causa repercussão nas redes

Parlamentar do PC do B afirmou que película "não deve ser veiculada nos cinemas"; ele levou o filho de onze anos ao filme, indicado para maiores de 16

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

A notícia que o deputado federal Protógenes Queiroz (PC do B-SP)pediria a suspensão da exibição do filme "Ted", que mostra um ursinho de pelúcia com condutas controversas, causou repercussão nas redes sociais.

PUBLICIDADE

O Ministério da Cultura liberou "Ted" para maiores de 16 anos. Queiroz foi ao cinema com o filho de 11.

"Não poderia ser liberado nem para 16 nem para 18 anos. Esse filme não pode ser liberado para idade nenhuma. Não deve ser veiculado em cinemas", disse o deputado.

Por meio da ferramenta Storify, o estadão.com.br coletou algumas opiniões acerca da postura do deputado e do filme.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.