Fiel à sua pasta

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Em defesa da ministra Matilde Ribeiro, que em 2007 faturou mais de R$ 156 mil no cartão de crédito corporativo do governo, deve-se dizer que parte desses gastos foram feitos em restaurantes paulistanos de culinária árabe (Miski), italiana (Cantina Napolitana) e mineira (À Mineira).

Mais cuidados com a Igualdade Racial, impossível.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.