PUBLICIDADE

Explicando as cenas pós-créditos de ‘Morbius’: supervilão faz participação especial

Aparição de Abutre gera dúvidas sobre quais os próximos passos da Sony para os personagens vilões do Homem-Aranha

PUBLICIDADE

Por David Betancourt
Atualização:

Esta matéria contém spoilers de ‘Morbius’.

Um personagem do Universo Cinematográfico da Marvel faz uma aparição surpresa não em uma, mas em duas cenas pós-créditos no final de Morbius, da Sony.

É o Homem-Aranha? Algum dos Homem-Aranha? Tom? Tobey? Andrew? Não. Mas é alguém que conhece o Homem-Aranha.

Jared Leto interpreta Dr Morbius, personagem que dá nome ao novo filme daSony sobre universo Marvel. Foto: Sony

PUBLICIDADE

O Adrian Toomes de Michael Keaton, mais conhecido por seu apelido de supervilão, o Abutre, aparece do nada dentro de uma cela na primeira cena pós-créditos.

A cena começa com o céu roxo rachando, como se viu no final de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa. Essa referência ao multiverso da loucura de Sem Volta para Casa pretende sugerir a lógica distorcida por trás da mágica aparição do Abutre em um universo que não é o seu.

O Abutre apareceu pela primeira vez em Homem-Aranha: De Volta ao Lar, de 2017, estrelado por Tom Holland. Mas, agora em Morbius, ele saltou para o universo que é protegido pelo Homem-Aranha interpretado por Andrew Garfield.

Apesar de ser um supercriminoso no mundo do Homem-Aranha de Holland, o Abutre não cometeu crimes (ainda) em seu novo universo. E essa falha no multiverso é presumivelmente o motivo pelo qual está implícito que ele foi libertado da prisão para aparecer na segunda cena pós-créditos: um encontro cara a cara entre o Abutre – agora com asas e capacete de alta tecnologia – e Morbius.

Publicidade

Cena do filme Morbius, de Daniel Espinosa, com Jared Leto. Foto: Sony Pictures

A conversa é breve, mas o Abutre diz que acha que sua chegada ao universo de Morbius tem algo a ver com o Homem-Aranha (correto, senhor) e propõe uma parceria entre os dois. O momento soa como uma conversa muito sinistra. Mais uma vez, a Sony está tentando reunir seus vilões do Homem-Aranha na tela e organizá-los como os Vingadores para formar o esquadrão inspirado nos quadrinhos conhecido como Sexteto Sinistro.

O Sexteto Sinistro originalmente fazia parte dos grandes planos para o universo do Homem-Aranha de Garfield quando ele era o Homem-Aranha. Mas, quando a Sony se uniu à Marvel Studios para reiniciar a franquia de filmes do Homem-Aranha com Holland no papel principal, os planos foram descartados.

Então, aqui estamos, mais uma vez: dois personagens do Homem-Aranha com a possibilidade de se unirem no futuro. Mas as perspectivas de o Homem-Aranha – qualquer um dos Homem-Aranha – realmente aparecer nesse encontro são altamente improváveis. E o que pode ser ainda mais improvável é o Sexteto Sinistro se reunir.

PUBLICIDADE

É verdade que Keaton e Jared Leto poderiam continuar sua conversa em uma sequência de Morbius. E assim poderíamos ver os vilões do Homem-Aranha que não estão cotados para futuros filmes de Holland aparecerem e se acumularem, chegando à cena dos seis vilões todos na mesma tela, quem sabe com Morbius ou o Abutre liderando o bando. Mas as críticas e as conversas nas redes sociais sobre Morbius foram, na melhor das hipóteses, equilibradas entre prós e contras, então não se sabe se haverá uma sequência, muito menos um filme do Sexteto Sinistro. A bilheteria decidirá se voltaremos a ver esses dois juntos.

Além de tudo isso: Keaton está voltando como Batman no filme The Flash no próximo verão, então é possível que esteja um pouco ocupado demais em Gotham City. / TRADUÇÃO DE RENATO PRELORENTZOU

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.