Publicidade

Chuvas no RS: governo antecipa pagamento do Bolsa Família e auxílio gás; veja datas

Medida beneficiará 583 mil famílias de todos os municípios gaúchos e visa ajudar na reconstrução do Estado

Foto do author Clayton Freitas
Atualização:

O governo federal informou na quinta-feira, 9, que antecipará o pagamento do Bolsa Família e auxílio gás para todos os beneficiários desses programas no Rio Grande do Sul, atingido por fortes chuvas. O pagamento será feito no dia 17 de maio, próxima sexta-feira.

PUBLICIDADE

A antecipação de benefícios sociais integra um pacote de medidas que ainda incluem ações de crédito que somam R$ 50,9 bilhões.

Os estragos provocados pelas chuvas no Rio Grande do Sul já deixaram mais de 100 mortos, e o número de pessoas afetadas no estado passa de 1,4 milhão, o equivalente a cerca de um habitante em cada dez no estado, que possui cerca de 10,8 milhões de residentes, segundo o Censo. Pelo menos 400 mil pessoas estão fora de suas casas.

Dados do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) indicam que 583 mil famílias que vivem no Estado devem ser contempladas, que devem receber R$ 380 milhões de socorro. Tire suas dúvidas sobre a antecipação dos benefícios abaixo.

Vista aérea mostra casas destruídas pelas enchentes em Roca Sales, no Rio Grande do Sul Foto: Gustavo Ghisleni/AFP

A medida vale para outros locais do Brasil?

Não. Ela está sendo feita para as 583 mil famílias que recebem o Bolsa Família e o auxílio gás no Rio Grande do Sul para atender às vítimas das fortes chuvas que deixaram um enorme rastro de estrago no estado.

Quando o pagamento será feito?

Todos os beneficiários gaúchos do Bolsa Família e do auxílio-gás receberão os valores a partir do 17 deste mês, próxima sexta-feira.

Como será feito o crédito?

Os valores estarão disponíveis na conta indicada pelos beneficiários para recebimento.

Publicidade

Quando os demais beneficiários irão receber?

Os demais beneficiários do Bolsa Família e auxílio gás do país devem seguem as datas escalonadas de pagamento, que segue o calendário escalonado conforme o último dígito do Número de Identificação Social (NIS). Neste mês de maio, por exemplo, o benefício começa a ser pago no dia 17 para quem tem final 1 do NIS até o dia 31, quando os cadastrados no NIS com número final 0 receberão o benefício.

Benefícios

A principal regra para recebimento do Bolsa Família é que a renda de cada integrante da família seja de, no máximo, R$ 218 por mês. Para isso, é necessário estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico), com os dados corretos e atualizados. O cadastro é feito em serviços de assistência social dos municípios.

A pessoa responsável pela família selecionada recebe um cartão emitido pela Caixa Econômica Federal (CEF). O pagamento é feito seguindo a data final do número do NIS.

Em média, cada pessoa recebe R$ 686,10, segundo dados de fevereiro, os mais recentes disponíveis. A quantia pode variar para mais ou para menos, já que o Bolsa Família tem outras regras tais como adicional para quem tiver filho de 1 a 6 anos matriculado na escola.

O auxílio gás tem um valor de repasse de R$ 102 e é bimestral. Ele atende a famílias de vulnerabilidade social que estejam inseridas no CadÚnico e segue o mesmo calendário de recebimento do Bolsa Família.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.