PUBLICIDADE

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores do mundo dos negócios

Alberto Monteiro substituirá Silvio de Carvalho no comando do Safra

Troca ocorre em meio à necessidade de renovação do conglomerado na visão da família Safra

Novo CEO do Banco Safra, Alberto Monteiro ocupava o cargo de diretor financeiro (CFO, na sigla em inglês) Foto: Paulo Whitaker/Reuters


De forma reservada, num comunicado interno aos funcionários, o Banco Safra, uma das mais tradicionais instituições financeiras do País, fez mudanças no alto comando do grupo no Brasil. Alberto Monteiro, diretor financeiro (CFO, na sigla em inglês) do conglomerado da família Safra, foi nomeado presidente no lugar de Silvio de Carvalho, que ocupava o cargo de CEO. A troca ocorre em meio à necessidade de renovação do conglomerado de 180 anos na visão da família Safra, que controla o banco, disseram duas fontes à Coluna. No Safra desde 2010, Silvio de Carvalho está perto de completar 75 anos. Alberto Monteiro tem 56 anos e trouxe para o banco sua experiência no setor bancário privado e público, com passagens pelo Santander Brasil e o Banco do Brasil. Também atuou em empresas como Suzano e CSN. Ele chegou no Safra há cerca de um ano como diretor financeiro (CFO, na sigla em inglês), onde está desde abril de 2023.

O movimento foi classificado como “natural”, afirmam esses interlocutores, que falaram na condição de anonimato. Carvalho estava na presidência do Safra desde 2020. Ele substituiu Alberto Corsetti, que ficou um ano no cargo, e foi eleito após Alberto Safra deixar a instituição para montar o seu próprio negócio, a gestora ASA Investments.

Patrimônio do banco supera R$ 25 bilhões

PUBLICIDADE

Com R$ 25,289 bilhões em patrimônio líquido, o Safra é um dos maiores bancos do País. Nos últimos anos, o conglomerado cresceu e diversificou os seus negócios, criou um negócio de maquininhas do zero e reforçou o atendimento a empresas. O movimento mais recente foi a compra do Conglomerado Financeiro Alfa, pelo valor de R$ 1,03 bilhão.

No ano passado, o Safra viu o seu lucro líquido crescer 47,5% ante 2022, para R$ 3,250 bilhões. Em ativos totais, o Safra soma R$ 312,142 bilhões, e sua rentabilidade avançou para 13,9% em 2023 contra 13,6% um ano antes. O conglomerado também é bem capitalizado, com índice de Basileia, que mede o quanto um banco pode emprestar sem comprometer o seu capital, de 17,6% ao fim de dezembro ante 12,8% em 2022.

Com a nomeação de Monteiro como novo CEO do Safra, Carvalho foi indicado à presidência do conselho de administração do banco, informa o mesmo comunicado da instituição. Procurado, o Safra confirmou a informação. “O Banco Safra anunciou hoje que Alberto Monteiro passa a ocupar a presidência do banco, no lugar de Silvio de Carvalho, que foi indicado para presidir o conselho de administração”, disse o banco, em nota enviada à Coluna.

Publicidade

A troca do comando no Brasil acontece num momento de divisão na família Safra. A morte do fundador do banco Joseph Safra, Seu José, como era chamado, gerou uma disputa pela herança bilionária e que foi parar na Justiça de Nova York, nos Estados Unidos.


Este texto foi publicado no Broadcast no dia 04/03/2024, às 16:05.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.