Publicidade

Entidades do agro sugerem mais de 40 itens para nova cesta básica, com imposto zero; veja lista

Entre as sugestões apresentadas estão bolos, chás, barras de cereais, creme de leite e cacau em pó

Foto do author Luiz Guilherme  Gerbelli
Foto do author Anna Carolina Papp
Por Luiz Guilherme Gerbelli e Anna Carolina Papp

BRASÍLIA - As entidades ligadas ao setor agropecuário apresentaram uma lista com mais de 40 itens para a composição da nova cesta básica nacional, com imposto zero. Ao todo, 31 associações e sindicatos levaram sugestões para as lideranças da área no Congresso, apurou o Estadão.

PUBLICIDADE

A definição dos itens da cesta nacional faz parte da regulamentação da reforma tributária, aprovada no fim do ano passado. Os produtos contemplados terão o Imposto Sobre Valor Agregado (IVA) zerado.

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) deve apresentar nos próximo sua proposta para a lista final de itens. Entre as sugestões recebidas estão bolos, chás, barras de cereais, creme de leite e cacau em pó. Veja mais abaixo:

  • Achocolatado;
  • Açúcar;
  • Amidos de milho, de batata e de mandioca;
  • Arroz;
  • Azeite;
  • Banha de porco;
  • Barras de cereais;
  • Biscoitos;
  • Bolos;
  • Cacau em pó;
  • Café;
  • Carne bovina;
  • Carne de aves;
  • Carne suína;
  • Chá;
  • Complemento alimentar;
  • Creme de leite;
  • Doces de frutas em massa ou pasta;
  • Enchidos;
  • Farinhas e féculas derivadas de cereais, raízes e tubérculos;
  • Farinha láctea;
  • Feijão;
  • Fórmulas infantis;
  • Frutas;
  • Fubá, sêmola e semolina de milho;
  • Goma e fécula de mandioca;
  • Infusões;
  • Iogurtes;
  • Legumes e verduras higienizados;
  • Leite condensado;
  • Leite e derivados;
  • Manteiga;
  • Margarina;
  • Massas alimentícias;
  • Molhos preparados e condimentos;
  • Óleos vegetais;
  • Ovos inteiros ou crus;
  • Pães;
  • Pescados;
  • Queijos;
  • Sal;
  • Suco de frutas integral;
  • Trigo;
  • Xarope de guaraná ou de açaí

Disputa entre setores

A lista de produtos da cesta básica será discutida por um grupo de trabalho. Depois, terá de passar pela Comissão de Sistematização – responsável por coordenar os grupos, com representantes de União, Estados e municípios – e receber o aval do governo.

Definição de produtos da cesta básica cria embate entre os setores Foto: TIAGO QUEIROZ / ESTADÃO

Como mostrou o Estadão, a composição dos itens que vão fazer parte da nova cesta básica nacional tem provocado uma disputa entre setores e entidades empresariais nos bastidores do Congresso Nacional

Um das principais embates deve se dar entre os segmentos de produtos in natura e industrializados, envolvendo áreas como o agronegócio e o setor supermercadista.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.