Claro e Vivo poderão compartilhar rede na área rural

PUBLICIDADE

Por Anne Warth
Atualização:

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu anuência prévia para que Claro e Vivo possam compartilhar redes e espectro para atendimento das metas de cobertura banda larga móvel nas áreas rurais do País.O compromisso foi assumido pelas operadoras em junho de 2012, quando foi realizado o leilão da faixa de 2,5 GHz, destinada à cobertura 4G. Como nenhuma operadora fez oferta pela faixa de 450 MHz, as empresas que adquiriram espectros da faixa de 2,5 GHz ficaram obrigadas a fazer investimentos na banda larga móvel rural.Tanto Claro quanto Vivo terão que oferecer banda larga móvel por celular nas áreas rurais. O relator do processo, Igor Vilas Boas de Freitas, disse que o compartilhamento de redes pode gerar eficiência e preços menores ao consumidor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.