Publicidade

Marisa fechará 91 lojas este ano; processo custará R$ 62 milhões, diz CEO

João Pinheiro Nogueira Batista, CEO da empresa, diz que a companhia reduzirá as despesas em R$ 52 milhões

Foto do author Talita Nascimento
Por Talita Nascimento
Atualização:

O CEO da Marisa Lojas, João Pinheiro Nogueira Batista, disse na terça, 16, que a empresa vai fechar 91 lojas e que o custo do processo inteiro deve ser de cerca de R$ 62 milhões, mas com um incremento de Ebitda de quase R$ 70 milhões por ano. “No primeiro trimestre, foram poucos fechamentos de lojas. Estávamos no início”, disse.

PUBLICIDADE

Entre março e abril foram fechadas 25 lojas. Na sequência, serão encerradas 33 lojas em maio e mais 33 lojas em junho. Segundo a gestão, os estabelecimentos descontinuados foram escolhidos por oferecerem ganho ou custo zero no fechamento e alto custo operacionais quando abertas.

Além disso, Nogueira Batista diz que a companhia terá redução de despesas de R$ 52 milhões. Destes, R$ 32 milhões virão de uma revisão de estrutura; R$ 9 milhões de cargos de gestão; e R$ 10,5 milhões de revisão de atividades.

Unidade das Lojas Marisa em São Paulo Foto: Daniel Teixeira/Estadão

Balanço

A Marisa Lojas encerrou o primeiro trimestre de 2023 com uma perda líquida de R$ 149 milhões, 64,2% maior que o apurado um ano antes. Já o Ebitda ajustado total ficou igualmente negativo em R$ 50,6 milhões, 11,5% maior quando comparado com o desempenho de um ano antes.

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.