Alexandre Correa processa Band e pede R$ 41 milhões; entenda

Ex-marido de Ana Hickmann alega que foi vítima de danos morais após comentários feitos por Cátia Fonseca. Procurada pelo ‘Estadão’, a emissora decidiu não se pronunciar

PUBLICIDADE

Foto do author Maria Fernanda Viana
Por Maria Fernanda Viana
Atualização:

Alexandre Correa processou a Band e pede R$ 41 milhões da emissora após Cátia Fonseca, apresentadora do Melhor da Tarde, afirmar que o empresário desviou R$ 41, 8 milhões de sua ex-mulher, Ana Hickmann.

Alexandre Correa processa Band por danos morais. Foto: @alewin71 via Instagram

PUBLICIDADE

Ao Estadão, Enio Martins Murad, advogado do ex-marido de Ana Hickmann, afirmou que o processo está sendo movido somente contra a emissora, sem incluir a apresentadora. A Band também foi procurada, mas não comentou o caso.

A fala em questão foi ao ar na quinta-feira, 28 de fevereiro. No programa, Cátia Fonseca cita o ocorrido sem usar o nome do empresário. Ela também disse que três ex-funcionárias da apresentadora teriam ajudado Alexandre no desvio de dinheiro. “É melhor nem falar o seu nome para não divulgar ele”, afirmou a apresentadora.

A defesa diz que a emissora não apresenta “qualquer prova que justifique o alegado”. No processo, Correa pede exatamente o valor de que é acusado de desviar da ex-mulher.

“Registra-se, que nenhum desvio ou crime até hoje fora comprovado, não obstante as incontáveis acusações em rede nacional de televisão promovidas pela empresa requerida”, diz o advogado responsável pelo caso. “O dano moral consiste na penosa sensação da ofensa, na humilhação perante terceiros, na dor sofrida, enfim, nos danos puramente psíquicos e sensoriais experimentados pelos apresentadores, seja provocado pela recordação do constrangimento que passou e sofrerá ao longo da vida, como em razão de ser submetido a um processo de exposição pública em canal aberto de televisão”, continua.

*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.