Fernanda Gentil relembra fase da amamentação: ‘Meu peito sangrou’

Jornalista conta em podcast que só conseguiu amamentar o filho Gabriel, hoje com 7 anos, por 28 dias

PUBLICIDADE

Foto do author Thaíse Ramos
Por Thaíse Ramos
Atualização:

Como a atriz Thaila Ayala, que fez um relato emocionante sobre gestação e amamentação no podcast Mil e uma Tretas, a apresentadora Fernanda Gentil também falou, durante o mesmo programa que é apresentado por Thaila e Julia Faria no YouTube, sobre a sua experiência. A jornalista, que é mãe de Gabriel, hoje com 7 anos, revelou que só conseguiu dar o leite materno ao filho por apenas 28 dias.

PUBLICIDADE

“Meu parto foi tranquilo, o pós-parto foi tranquilo, o mais complicado foi a amamentação. Não tive depressão, mas a pressão pela amamentação foi o que me afetou. Meu peito rachou, sangrou. Não tem nada melhor que o leite materno, não faço apologia à mamadeira, mas, no meu caso, não rolou”, relembrou.

Fernanda também aproveitou para comentar sobre a romantização da amamentação, muito comum nas redes sociais hoje. “Ninguém na foto está com cara de dor. Esse tema é muito gourmetizado e romantizado. Tentei sonda, tentei enfermeira, mas chega um momento que você saca que não vai rolar”, destacou.

Gabriel é fruto do casamento anterior de Fernanda Gentil com o empresário Matheus Braga. Desde 2018, ela é casada com a jornalista Priscila Montandon.

Fernanda Gentil nos bastidores do podcast 'Mil e uma Tretas'. Foto: @mileumatretas / Instagram

Fora da TV Globo

Desde 2018, quando saiu do Esporte e foi para o Entretenimento da TV Globo, Fernanda Gentil não consegue emplacar novos projetos na emissora após os programas Se Joga e o Zig Zag Arena, que duraram pouco tempo no ar. Sem projetos para o futuro, a jornalista investiu dinheiro do seu bolso para produzir conteúdos em suas redes sociais sobre a Copa do Mundo.

Diante da situação de Fernanda, a apresentadora do A Tarde É Sua, da RedeTV!, Sonia Abrão se revoltou e expôs o caso na atração da última terça-feira, 13. Sonia acusou a TV Globo de agir com injustiça contra a jornalista, que está de escanteio desde o fim do Zig Zag Arena, em 2021.

“Nem para a Copa mandar? Ela vai para a Copa, paga do próprio bolso, e eles não se interessam por esse conteúdo? É desrespeito demais com o profissional e com o público que gosta da Fernanda e gostaria de ver esse trabalho dela. Eu gosto da Fernanda Gentil porque ela não entrega os pontos, ela sabe do valor e da competência dela. Não tem a emissora dela para mostrar esse conteúdo, ela vai para as redes sociais e estoura, com certeza. Isso é de uma indignidade e de um desrespeito que não dá para encarar”, desabafou.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.