PUBLICIDADE

Ingrid Guimarães revela motivo de briga com Paulo Gustavo: ‘Sofri muito’; assista

Desentendimento fez com que atores passassem anos sem se falar; artista também relatou como se deu a reconciliação entre os dois antes da morte do humorista

Foto do author Redação
Por Redação

A atriz Ingrid Guimarães falou, pela primeira vez, sobre o motivo que levou a uma briga entre ela e o humorista Paulo Gustavo. Após o desentendimento, os dois passaram anos sem se falar. Ela também detalhou como se deu a reconciliação antes da morte do artista, vítima da covid-19 em 2021.

PUBLICIDADE

“Foi horrível”, comentou a atriz ao ser perguntada, durante uma participação no Quem Pode, Pod, sobre a época em que os dois enfrentaram o atrito. Ingrid ainda declarou ser grata por ter feito as pazes antes da morte do humorista. “Eu não teria sobrevivido se isso não tivesse acontecido”, disse.

Segundo ela, a briga se deu por conta de filmes protagonizados pelos artistas à época: Minha Vida em Marte, de Paulo e Mônica Martelli, e De Pernas pro Ar 3, de Ingrid. À época, os distribuidores dos longas prometeram a mesma data de estreia para ambas as produções.

Ingrid Guimarães detalhou motivo de briga com Paulo Gustavo e descreveu anos em que humoristas ficaram sem se falar. Foto: @ingridguimaraes via Instagram

A atriz comentou sobre o sucesso que o humorista fez no cinema, que chamou de “histórico”. “A gente precisava dele agora para voltar ao cinema. Talvez só ele pudesse ser a grande força que trouxesse de volta o público brasileiro”, declarou.

Ao receberem a notícia de que os longas estreariam na mesma data, Ingrid descreveu que “ficou um clima horroroso”. “Eu não queria competir com ele e com a Mônica. Ao mesmo tempo, a franquia De Pernas pro Ar não era minha. Eu não poderia dizer: ‘Tira’. Não tinha esse poder”, relatou.

Segundo ela, Paulo se negou a falar com a atriz sobre o assunto, o que afastou os dois. “Não teve a tal conversa”, disse a artista, que contou que, por fim, cedeu na data de estreia do seu filme.

Ingrid afirmou que a ocasião gerou anos de mal-estar entre ela e o humorista. “É uma angústia horrorosa, eu sentia muita saudade dele. [...] Eu sofri muito, a gente se amava”, comentou. O cenário mudou depois de os dois se encontrarem em um aeroporto e a atriz pedir por uma conversa.

Publicidade

Eles, então, se encontraram na casa de Paulo e pediram desculpas um para o outro. “Depois que ele morreu, eu passei um mês chorando pelos anos que eu perdi”, disse Ingrid, emocionada. A atriz detalhou que, durante a pandemia, os dois se falavam todos os dias para “recuperar” o tempo em que ficaram separados.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.