PUBLICIDADE

Lucia Hippolito, jornalista de política, morre aos 72 anos

Há 11 anos ela foi acometida pela Síndrome de Guillain-Barré, uma doença autoimune, e perdeu os movimentos do corpo.

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

A jornalista Lucia Hippolito morreu aos 72 anos no Rio de Janeiro. Ela estava internada no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul, para tratar um câncer, segundo a Rádio CBN, no qual também trabalhou como apresentadora do CBN Rio, comentarista do Jornal da CBN e participou também do quadro Meninas do Jô, centre 2005 e 2010. Ela estava afastada do trabalho.

Há 11 anos, a cientista política foi acometida pela Síndrome de Guillain-Barré, uma doença autoimune, e perdeu os movimentos do corpo. O perfil de Lucia no Twitter também informou sua morte.

“Com muita tristeza, anunciamos que Lucia partiu. Combateu o bom combate e deixa muitas saudades. Nossa grande jornalista e eterna professora”.

PUBLICIDADE

A jornalista passou mal em 2012, quando passava férias em Paris, na França. Ela percebeu que não sentia as pernas quando tentou levantar da cama, nem o rosto e perdeu a voz. Ela ficou três meses internada e depois retornou ao Brasil para continuar o tratamento.

Seus outros trabalhos foram como comentarista de política na GloboNews e debatedora do programa Debates Populares, na Rádio Globo, e Sem Censura, da TV Brasil. Ela também escreveu livros sobre política como PSD de Raposas e Reformistas, Política: quem faz, quem manda, quem obedece, escrito com João Ubaldo Ribeiro, e Por dentro do governo Lula: anotações num diário de bordo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.