Zilu Camargo revela doença causada por briga familiar: ‘Tomando remédios fortes’

‘Minha imunidade caiu bastante com toda essa confusão’, relatou a ex-mulher de Zezé Di Camargo

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

Zilu Godói revelou que ficou doente devido as polêmicas envolvendo Igor Camargo e a noiva de Zezé Di Camargo, Graciele Lacerda. A ex-mulher de Zezé falou sobre o assunto nesta sexta-feira, 15.

Nas redes sociais, Zilu disse que está com Herpes Zoster após os conflitos: “Estou meio malzinha, minha Herpes Zoster atacou. Minha imunidade caiu bastante com toda essa confusão na família, com todas essas notícias, com tudo o que está acontecendo”.

Zilu Godoi Foto: Instagram/ @zilucamargooficial

PUBLICIDADE

Zilu comentou que o fato de estar nos Estados Unidos, longe de seus filhos, prejudicou sua saúde mental também. “Eu fico de cá sem poder fazer nada, sem poder estar perto dos meus filhos e isso me ataca, fico muito triste, triste mesmo”.

“Eu queria muito estar no Brasil agora para passar o Natal e o Ano Novo com meus filhos, mas com todos esses problemas, acabei resolvendo não ir. Com isso, a imunidade caiu, fiquei mal, tomando uns remédios muito fortes, isso acaba com a minha saúde, fico fraca. Vou ficar na cama. Orem por mim, estou precisando muito de oração”, pediu.

Entenda a história

A relação de Zezé e Igor estaria desgastada pelo menos desde que Amabylle, mulher de Igor, desmascarou um perfil fake no Instagram, que estaria sendo usado para atacá-la e a outros membros da família. A especulação é de que a conta pertence a Graciele, sobre a qual, supostamente, o perfil tecia apenas elogios.

No último domingo, 10, Graciele concedeu uma entrevista ao Domingo Espetacular, da Record TV, em que assumiu ser a dona da conta falsa, mas disse que ela foi criada para que se defendesse de ataques que sofre nas redes sociais.

Graciele Lacerda admite perfil fake ‘para se defender’ e filho de Zezé Di Camargo expõe ataques à família. Foto: Reprodução de vídeo/Record TV e @igor_ci via Instagram

“Eu não tinha intenção de sacanear ninguém, eu só queria me defender”, afirmou Graciele. Conforme o relato, a conta já existe há 10 anos e todos os membros da família sabiam da existência do perfil.

Publicidade

Graciele argumentou que sua equipe era responsável pela conta e ela, com o tempo, se esqueceu de usá-lo. Ainda de acordo com a influenciadora, o perfil era usado para elogiá-la e gerar engajamento em suas publicações.

Ela disse que deixou de ter acesso à conta em abril. Ataques feitos à família de Zezé e expostos por Igor Camargo datam de junho e a influenciadora nega ter logado no perfil na data. Ela alega que um dos ataques – direcionado a Wanessa Camargo – foi feito enquanto estava em uma viagem a Vitória.

Igor, por sua vez, tomou a decisão de comentar sobre o assunto por Amabylle Eiroa estar proibida pela Justiça de falar publicamente sobre o assunto. Segundo Igor, a decisão veio por Amabylle ter sido “mal assessorada” pelo advogado responsável pelo caso à época e ter publicado um documento em segredo de justiça.

Ele ainda argumentou que houve tentativas de resolver o caso internamente em julho e que, na ocasião, Graciele havia dito que Amabylle teria criado um perfil de mesmo nome para realizar os ataques e incriminar a influenciadora.

PUBLICIDADE

O Estadão entrou em contato com a equipe de Graciele para comentar as declarações de Igor, mas ainda não obteve retorno. O espaço segue aberto.

Igor argumentou que, se a conta fosse usada por um terceiro, Graciele teria percebido por meio de notificações. “As desculpas que vêm não fazem sentido nenhum e causam um conflito familiar que poderia ser evitado”, disse ele, que reafirmou que Amabylle não tinha acesso ao perfil.

Por fim, Igor negou que a responsabilidade de Graciele ter perdido um contrato após o caso vir à tona seja de Amabylle. Na sequência, ele publicou um carrossel com os ataques da conta falsa feitos à família e negou que, à época do comentário feito a Wanessa, Graciele tenha viajado.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.