PUBLICIDADE

Publicidade

NBB completa 15 anos com nova identidade visual, mas com decisão da CBB de encerrar chancela

Temporada 2022/2023 do Novo Basquete Brasil, que começa neste sábado, com o jogo entre Minas e Flamengo, pode ser a última edição

Foto do author Marcius Azevedo
Por Marcius Azevedo
Atualização:

A bola vai subir para mais uma temporada do Novo Basquete Brasil. O NBB completa 15 anos com uma nova identidade visual e o retorno de um antigo e importante parceiro. A partida inaugural acontece neste sábado, às 18h15, entre Minas e Flamengo, equipes que vão brigar para desbancar Franca, atual campeão e favorito ao bicampeonato. O São Paulo também chega com força.

PUBLICIDADE

A edição, no entanto, pode ser a última do NBB. Nesta sexta-feira, a Assembleia Geral da Confederação Brasileira de Basketball, por ampla maioria de votos, ratificou a decisão do Conselho de Administração, tomada em setembro, para encerramento do atual acordo com a Liga Nacional de Basquete.

Em nota, aCBB informou que tomará as medidas necessárias para cumprir a decisão com todo cuidado necessário. Neste sentido, excepcionalmente, fica mantida a chancela para esta edição do NBB, que será regulamentada através de Portaria, que passará a reger a relação da Liga Nacional de Basquete com a CBB, neste processo de transição para o encerramento definitivo do acordo”, escreveu.

A LNB também emitiu uma nota oficial, em que esclareceu: “O artigo 19 do termo aditivo assinado entre as partes em setembro de 2018 deixa claro que a revogação do mesmo, em sua totalidade ou parte dele, só terá validade se aprovada pelas assembleias das duas instituições – CBB e LNB. Cabe-se então ressaltar que a Liga Nacional de Basquete, na última segunda-feira, 10 de outubro, realizou assembleia com seus associados em que ficou decidida a continuidade do Termo, não havendo nenhum voto contrário a esta decisão.”

E acrescentou: “Assim sendo, a Liga segue exercendo regularmente o direito reconhecido no documento vigente assinado entre as partes e continua a realizar, normalmente, o NBB – Novo Basquete Brasil – único campeonato brasileiro de basquetebol da Primeira Divisão.”

ANTES DO FIM?

Além de ESPN e TV Cultura, que renovaram o acordo de transmissão, o jogo será exibido pelo SporTV. O Grupo Globo foi o primeiro grande incentivador da Liga Nacional de Basquete em sua fundação, em 2008, e volta após quatro anos de ausência. Em 2018, o NBB partiu para um modelo multiplataforma, transmitindo 100% da temporada, mas esta iniciativa fracassou depois da desistência da DAZN.

Jogador Alex, do Bauru, que participou de todas as temporadas do NBB, serviu de inspiração para a nova identidade visual Foto: João Pires / LNB

O contrato é válido por dois anos e prevê 44 jogos ao vivo ao longo da temporada, incluindo partidas do primeiro e segundo turno e playoffs do NBB, jogos da Copa Super 8 e do Jogo das Estrelas, que acontece em março do ano que vem, em Belo Horizonte. As partidas serão exibidas sempre às quintas-feiras, às 19h15. A exceção é o jogo da abertura.

Publicidade

“Teremos uma cobertura ainda mais abrangente para as competições que organizamos, garantindo que o melhor do basquete brasileiro vai chegar a mais fãs. Além disso, oferecemos um espaço importantíssimo para os clubes que fazem parte da Liga promoverem seus parceiros comerciais. Com a maior visibilidade para nossos jogos, o NBB fica ainda mais forte e atraente para atletas, patrocinadores e torcedores”, afirmou o presidente da LNB, Delano Franco.

O NBB também terá transmissão pela Twitch (plataforma de streaming), pelas canais do Ninja e Apoka, em parceria com a Sportsbet.io. Nas transmissões apoiadas pela nova parceira da LNB, os torcedores receberão dicas e informações sobre estatísticas e apostas antes e durante os jogos. O youtube do NBB também vai exibir algumas partidas.

“A gente fica muito feliz por esse momento emblemático. Você fazer 15 anos de uma iniciativa tão pioneira no Brasil, dá muito orgulho. É uma competição consolidada. A gente está muito feliz de ter chegado e esperamos que os próximos 15 anos também sejam de muito progresso”, afirmou Delano Franco.

NOVA IDENTIDADE VISUAL

Uma jogada icônica se tornou a base da homenagem a um dos grandes nomes do basquete brasileiro. O famoso gancho do jogador Alex, do Bauru, que participou de todas as temporadas do NBB, serviu de inspiração para a nova identidade visual. A logomarca chega para substituir a anterior, que tinha o americano Robert Day como destaque.

“Esse gancho é conhecido, né? Até a ponta do nariz eu conheço. Mas a mudança é legal, faz parte, o novo faz muito bem pro campeonato. Gostei bastante do logo e espero que eu possa dar muita sorte para o nosso campeonato”, afirmou Alex.

COMPETIÇÃO

A temporada 2022/2023 terá 17 equipes. A novidade é o retorno do São José. A equipe disputou o NBB pela última vez na temporada 2019/2020 e, após conquistar o título do Campeonato Brasileiro da CBB neste ano, optou pelo retorno ao principal torneio de clubes do País.

São José ocupou o lugar deixado pelo Mogi das Cruzes, que não vai fazer parte desta edição após pedido de licença. A tradicional equipe decidiu encerrar momentaneamente sua equipe adulta, direcionando o trabalho apenas para os times das categorias de base.

Publicidade

Atual campeão, Franca entra como favorito ao bicampeonato. A equipe do técnico Helinho manteve sua base, com Georginho, Jhonatan, David Jackson, Lucas Dias e Lucas Mariano, e ainda acertou o retorno de Didi. Revelado pelo time francano, o ala retorna ao basquete brasileiro após passagem discreta pela NBA, onde defendeu New Orleans Pelicans e Portland Trail Blazers.

“Franca tem um grupo muito forte. Alguns com quem joguei permanecem no time, como David Jackson e Lucas Dias, outros são companheiros de seleção brasileira, como Lucas Mariano e Georginho, e Franca vem crescendo, cada vez mais forte. Estou feliz por estar de volta e espero poder colaborar e conquistar muitos títulos pela equipe”, afirmou Didi.

Flamengo, Minas e São Paulo são outras equipes com potencial para brigar pelo título. A temporada regular vai até 15 de abril do ano que vem, quando terão início os playoffs.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.