PUBLICIDADE

Publicidade

Pivô Manuil recebe 10 jogos de gancho por cotovelada

Jogador do Vila Velha foi punido após dar cotovelada covarde no armador Duda, do Flamengo

PUBLICIDADE

Por AE
Atualização:

Um dos lances mais covardes dos últimos tempos no basquete teve uma punição nesta terça-feira. Em julgamento da Comissão Disciplinar da Liga Nacional de Basquete (LNB), no Rio de Janeiro, o pivô Manuil, do Vila Velha/Cetaf/Garoto/UVV (ES) foi suspenso PR 10 jogos por ter desferido uma cotovelada intencional no armador Duda, do Flamengo (RJ), em partida realizada no último dia 5, em Vitória, pelo Novo Basquete Brasil (NBB).Desqualificado imediatamente após a agressão pela arbitragem do jogo, o pivô foi enquadrado no artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e a suspensão poderia ser de quatro a 12 partidas. Dos 10 jogos de suspensão, apenas um já foi cumprido. Sua volta às quadras acontecerá apenas no dia 2 de abril contra o Londrina, no Paraná, pela penúltima rodada da fase de classificação.Manuil se defendeu alegando que se arrependeu do que fez. "O jogo estava bem quente. Houve lances fortes. A hora que eu realmente "fervi" foi quando fui a um rebote e um jogador, que não quero citar o nome, veio por trás e me deu uma cotovelada", comentou o atleta."Cheguei em casa e não tinha noção do que tinha acontecido. Quando vi o lance na TV, comecei a chorar e fiz o possível para saber se o Duda estava bem. A partir daí, tentei mostrar para todos, até pela internet, que eu não era aquela pessoa. Aquele não era o Manuil", completou o pivô em seus depoimento de defesa.Após o resultado da Comissão Disciplinar, o pivô do Vila Velha ficou extremamente chateado e, agora, espera poder em 48 horas recorrer ao efeito suspensivo. "Fico triste pela quantidade de jogos que recebi. Agora o que vou tentar fazer é continuar minha carreira como sempre fiz e nunca mais cometer um erro como esse", disse o jogador.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.