PUBLICIDADE

Publicidade

Botafogo faz 3 a 1 no Náutico e dispara na liderança

Time carioca abre 5 pontos para o Corinthians, mas toma susto no Maracanã

PUBLICIDADE

Por redacao

O Botafogo passou por momentos difíceis neste domingo à noite, mas conseguiu derrotar o Náutico, por 3 a 1, no Maracanã. Com o resultado, o time alvinegro disparou na liderança do Campeonato Brasileiro: foi a 17 pontos e abriu cinco de vantagem do Corinthians, que, no entanto, tem uma partida a menos. Durante toda a partida, o Botafogo criou várias oportunidades de gols, mas pecou pelo excesso de finalizações erradas. Os chutes da intermediária foram a principal arma alvinegra, mas a maioria deles foi facilmente defendida pelo goleiro Fabiano. Uma exceção foi o gol de falta do zagueiro Juninho, aos 23 minutos - ele também marcou da mesma forma na vitória por 4 a 0 sobre o Vasco, na última quinta-feira. A vantagem parcial deu a impressão de que o time carioca deslancharia no placar, principalmente, após a expulsão do zagueiro Cris, do Náutico, aos 33 minutos. E, logo aos dois minutos da etapa final, o artilheiro Dodô, que completou 100 jogos pelo Botafogo, perdeu a oportunidade para ampliar: perdeu pênalti defendido por Fabiano. O jogo se complicou para o Botafogo aos dez minutos. O zagueiro Alex atrasou a bola para o goleiro Júlio César, que errou o chute e ela acabou entrando no gol. Ele já havia falhado de forma bisonha na semifinal da Copa do Brasil, contra o Figueirense, no jogo que eliminou o Botafogo do torneio. Com o empate, o Náutico se armou defensivamente e passou a explorar os contra-ataques. O Botafogo foi todo para cima e sacramentou a vitória num intervalo de três minutos. Aos 30, André Lima pegou um rebote de um chute de Dodô e marcou o segundo gol; aos 33, Jorge Henrique fez o terceiro da entrada da grande área. BOTAFOGO 3 x 1 NÁUTICO Botafogo - Júlio César; Joílson (André Lima), Juninho, Alex e Luciano Almeida ; Leandro Guerreiro, Túlio (Diguinho ), Adriano Felício (Alessandro) e Zé Roberto; Dodô e Jorge Henrique . Técnico: Cuca. Náutico - Fabiano; Sidiny, Alysson, Cris e Deleu (Hamilton); Elicarlos, Daniel Paulista, Marcel e Daniel Sobralense ; Kuki (Marcelinho) e Felipe (Toninho ). Técnico: Paulo César Gusmão. Gols - Juninho, aos 23 minutos do primeiro tempo; Alex (contra), aos 10 minutos, Dodô, aos 30 minutos, Jorge Henrique, aos 33 minutos do segundo tempo. Árbitro - Luiz Alberto Sadinha Bites (GO). Renda - R$ 247.504,00. Público - 25.967 torcedores presentes. Local - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.