Publicidade

Caso Robinho: veja como prisão do jogador repercutiu na imprensa internacional

Publicações ao redor do mundo destacam que atacante foi detido pela Polícia Federal e deve cumprir pena em uma penitenciária do Estado

PUBLICIDADE

Foto do author Milena Tomaz
Por Milena Tomaz
Atualização:

O atacante Robinho foi preso em Santos na noite desta quinta-feira (21), um dia após a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidir pela homologação de sentença do jogador, condenado a nove anos de prisão por estupro a uma mulher albanesa na Itália em 2013.

A prisão do brasileiro recebeu destaque mundo afora, e jornais estrangeiros repercutiram os desdobramentos do caso. O inglês The Guardian enfatizou a negativa que a defesa levou ao pedir no Supremo Tribunal Federal (STF) um habeas corpus para que o atacante pudesse responder em liberdade. A solicitação foi negada pelo ministro Luiz Fux.

Robinho foi preso em Santos pela Polícia Federal da cidade e deve cumprir os nove anos de prisão por estupro no Brasil. Foto: Ivan Storti/Santos FC

PUBLICIDADE

O jornal também citou que Robinho pode cumprir pena no presídio de Tremembé, em São Paulo, que, de acordo com a publicação, é “conhecido por receber celebridades condenadas”.

O também britânico BBC relatou que o jogador foi detido em Santos, sua cidade natal, e que a decisão da justiça brasileira foi elogiada por muitos que temiam que ele ficasse livre por causa da fama e da riqueza.

Na Itália, o Gazzetta dello Sport destaca que o “ex-jogador do Milan será encaminhado a uma prisão brasileira”. A publicação citou ainda que, após a Justiça de Santos expedir o mandado de prisão, levou apenas algumas horas para que Robinho fosse levado à sede da Polícia Federal (PF) da cidade.

Segundo o jornal, a defesa deve apresentar novo recurso para contestar a sentença, o que pode demorar. “Salvo surpresas, Robinho seguirá preso”, disse a publicação.

O Corriere dello Sport, também da Itália, ressaltou que o brasileiro teve o recurso rejeitado pelo STF. “Ele vai para a prisão”, afirmou o jornal. No texto, a publicação italiana expôs que o jogador foi encaminhado até a sede da PF de Santos para que, após os trâmites, seja levado a uma penitenciária do estado de São Paulo.

Publicidade

O Daily Mail, da Inglaterra, noticiou o fato de uma maneira diferente, e preferiu ressaltar vários outros casos de futebolistas brasileiros e citar que “estrelas do futebol brasileiro ganharam manchetes pelos motivos errados”.

“Robinho pode encarar nove anos de prisão, Ronaldinho foi preso por usar passaporte falso e Hulk se casou com a sobrinha da ex-mulher”, disse o portal, que também citou o caso Daniel Alves, condenado por estupro na Espanha.

Nos Estados Unidos, o The Washington Post apontou que Robinho começa a cumprir a pena à qual foi condenado mais de 10 anos depois da acusação.

Além disso, o jornal explicou que o jogador deverá passar as primeiras horas detido em audiência com um juiz e depois ser encaminhado ao presídio. O periódico também comentou a entrevista de Robinho à RecordTV, em que ele alega inocência e diz ter sido vítima de racismo pela justiça italiana.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.