Publicidade

Análise|Raphinha e Samuel Lino brilham, e Barcelona e Atlético de Madrid saem na frente na Champions

Diante de PSG e Borussia Dortmund, brasileiros se destacam e dão vantagem às equipes espanholas nas quartas de final

PUBLICIDADE

Foto do author Toni Assis
Atualização:

Em um jogo que contou com a estrela do brasileiro Raphinha, o Barcelona conseguiu uma importante vitória sobre o Paris Saint-Germain por 3 a 2, nesta quarta-feira, em confronto válido pela partida de ida das quartas de final da Champions League, a abriu vantagem na briga por uma vaga às semifinais do torneio. No outro jogo da chave, quem se destacou foi Samuel Lino, que anotou o gol da vitória do Atlético de Madrid sobre o Borussia Dortmund, por 2 a 1.

Os quatro times voltam a se encontrar pela fase de quartas de final na semana que vem. Na próxima terça-feira, o Barcelona vai contar com o apoio de sua torcida, para tentar se classificar e tem a vantagem do empate. No mesmo dia, será a vez de o Borussia Dortmund jogar em casa no encontro com o Atlético de Madrid, em busca da vaga na semifinal da Champions League.

Raphinha ajudou o Barcelona a bater o PSG, em Paris, nesta quarta-feira. Foto: Lewis Joly/AP

PUBLICIDADE

Cercada por reviravoltas, o duelo brindou o público que esteve no Parque dos Príncipes, em Paris. O confronto apresentou um PSG bastante ousado no primeiro tempo, com Dembelé e Nuno Mendez aberto pelos lados e Mbappé centralizando as ações.

A estratégia fez o time da casa criar boas chances no início da partida. Com menos de dez minutos, o goleiro Ter Stegen foi obrigado a trabalhar em finalizações de Lee Kang-Inn e Asensio.

O Barcelona só deu o ar da graça a partir dos 19 minutos. E em dois lances seguidos, o time catalão mostrou que também estava a fim de jogo. Primeiro, Raphinha quase marcou após tabelar com Lewandowski e chutar cruzado. Na sequência, foi a vez de o centroavante polonês desviar de cabeça e Nuno Mendez salvar em cima da linha.

Destaque da partida, o brasileiro acabou sendo premiado. Após boa jogada de Yamine Lamal, Donnarumma saiu mal para cortar o cruzamento. Raphinha ficou com a sobra e estufou a rede: 1 a 0 aos 36 minutos e vantagem de 1 a 0 ao fim do primeiro tempo.

Na volta para o intervalo, dois gols em cinco minutos da equipe francesa incendiaram o embate. Focado e preciso, o PSG empatou logo aos dois minutos. Em boa jogada pela esquerda, Dembelé acertou um belo chute para deixar tudo igual.

Publicidade

A torcida resolveu jogar junto e o apoio das arquibancadas foi suficiente para embalar o time na virada relâmpago. Fabián Ruiz descolou um belo passe para Vitinha. Ele invadiu a área em condições de marcar e chutou cruzado para fazer 2 a 1 aos cinco minutos.

A partida ganhou em intensidade. O Barcelona também se lançou ao ataque e as duas equipes passaram a ter espaços para buscar o gol. E numa jornada inspirada, Raphinha voltou a movimentar o marcador

O atacante recebeu um belo passe de Pedri, surgiu na área e, com um belo chute de esquerda, venceu o goleiro Donnarumma estabelecendo o 2 a 2 no estádio Parque dos Príncipes, em Paris, aos 17 minutos.

Mas o Barcelona queria mais. E numa cobrança de escanteio de Gündogan, surgiu a virada. Christensen subiu mais do que a zaga e, em sua primeira participação na partida, cabeceou com estilo para fazer 3 a 2 e garantir a vitória de virada fora de casa.

ATLÉTICO DE MADRID DERROTA O BORUSSIA DORTMUND

PUBLICIDADE

Com um início avassalador, o Atlético de Madrid, jogando na Espanha, derrotou o Borussia Dortmund e abriu uma pequena vantagem neste primeiro duelo válido.

Na partida, o Atlético de Madrid contou com um erro primário do rival alemão para conseguir a vantagem no placar logo no início da partida. Maatsen foi sair jogando e deu um presente para De Paul. O meia argentino entrou na área e tocou na saída do goleiro para fazer 1 a 0 com apenas quatro minutos.

Com tamanha pressão, o segundo gol saiu com meia hora de confronto. Em nova lambança da defesa alemã, Griezmann foi acionado na área e tocou por elevação para Samuel Lino. O brasileiro fez o domínio e chutou firme para aumentar a vantagem.

Publicidade

Brasileiro Samuel Lino garante vitória colchonera na capital espanhola. Foto: Manu Fernandez/AP

O Borussia reagiu no final do segundo tempo com um gol de Haller, aos 36 minutos e deixou o duelo pela vaga em aberto.

Análise por Toni Assis

Repórter do Estadão Conteúdo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.