PUBLICIDADE

Publicidade

Análise|Corinthians faz três no Cianorte e avança com tranquilidade na Copa do Brasil

Trio ofensivo funciona e time comandado por António Oliveira conquista vitória em Maringá

Foto do author Bruno Accorsi
Atualização:

O Corinthians manteve em alta a confiança trazida do empate heroico com o Palmeiras, no domingo, ao passar pela primeira fase da Copa do Brasil sem maiores dramas nesta quinta-feira. No estádio Willie Davids, em Maringá, o time comandado por António Oliveira venceu o Cianorte por 3 a 0, com dois gols de Romero e um de Wesley, para avançar à próxima fase, na qual enfrentará o vencedor do duelo entre Olaria e São Bernardo, marcado para dia 28 de fevereiro.

O time alvinegro entrou em campo com novidades na escalação. Cássio viajou para Maringá e foi relacionado mesmo com um trauma no quadril, sofrido no clássico com o Palmeiras. Reavaliação feita antes da partida, contudo, constatou que ele não tinha mesmo condições de jogo, por isso Carlos Miguel, a quem boa parte dos torcedores espera ver mais em campo, ganhou uma oportunidade. O substituto do ídolo corintiano mal pôde exibir suas qualidades, já que o Cianorte pouco produziu ofensivamente.

Wesley foi um dos destaques da vitória do Corinthians nesta quinta-feira. Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

PUBLICIDADE

Sem Yuri Alberto, com uma lesão na costela, António Oliveira escalou Wesley na esquerda e Pedro Henrique, pela primeira vez como titular, na direita. A referência no ataque era Ángel Romero. O trio foi muito bem e rendeu frutos desde o início, tanto que, com dois minutos de bola rolando, Wesley fez fila pela linha de fundo e contou com um desvio do adversário Raphael para abrir o placar bem cedo.

Wesley, cheio de confiança em razão da boa fase que vive, continuou dando trabalho pela esquerda, como no momento em que tocou para Maycon acertar a trave, enquanto Pedro Henrique também mostrava suas credenciais, do outro lado do campo. Bem organizado defensivamente, o time corintiano segurou mais os laterais a partir do momento em que ficou em vantagem e não correu riscos, ao mesmo tempo em que conseguia articular no campo adversário. Aos 31, pressionou a saída de bola com Garro, que tomou a posse e tocou para Romero ampliar.

O trio ofensivo alvinegro, apoiado pela qualidade de Garro no meio de campo, voltou para o segundo na mesma sintonia mostrada no primeiro. Foi num lance protagonizado pelos quatro, aliás que saiu o terceiro gol. Pedro Henrique tabelou com Garro antes de dar um belo drible dentro da área e cruzar para Wesley, que deu para Romero marcar de cabeça. O volume do Corinthians no ataque continuou grande, com oportunidades de Rojas, Romero, Maycon e Biro. O Cianorte só chegou com Guilherme, que forçou uma rara defesa de Carlos Miguel.

CIANORTE 0 X 3 CORINTHIANS

  • GOLS - Wesley, aos dois, e Romero, aos 31 minutos do primeiro tempo. Romero, aos 18 minutos do segundo tempo.
  • CIANORTE - Vinícius Almeida; Adriano (Lucas Lourenço), Raphael, Matheus Guedes e Samuel Toscas; João Mafra, Natham (Marlon) e Juninho (Nicolas); Vinícius Faria, Júnior Dutra (Carlos Alberto) e Guilherme Beléa (Guilherme). Técnico: Zé Roberto.
  • CORINTHIANS - Carlos Miguel; Fagner; Félix Torres, Gustavo Henrique e Hugo; Raniele (Fausto Vera), Maycon (Guilherme Biro) e Rodrigo Garro; Pedro Henrique (Matías Rojas), Romero (Giovane) e Wesley (Gustavo Mosquito). Técnico: António Oliveira.
  • ÁRBITRO - Paulo Cesar Zanovelli (Fifa-MG)
  • CARTÕES AMARELOS - Júnior Dutra e Hugo
  • RENDA - R$ 2.041.010
  • PÚBLICO - 11.954.
  • LOCAL -Estádio Willie Davids, em Maringá (PR).
Análise por Bruno Accorsi
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.