PUBLICIDADE

Publicidade

Cristiane admite não entender a razão de estar fora da Copa 2023: ‘Sinceramente não sei o motivo’

Atacante não é chamada por Pia Sundhage desde 2021 e não vai disputar o primeiro Mundial em 20 anos

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Maior artilheira dos Jogos Olímpicos, uma das maiores referências do futebol feminino brasileiro e fora da Copa do Mundo 2023. Essa é a situação de Cristiane. Aos 38 anos, a atacante do Santos não vai jogar um Mundial pela primeira vez desde 2003. Em entrevista para o programa Conversa com Bial, da TV Globo, a jogadora disse que não entende o motivo de ter ficado fora da lista de Pia Sundhage.

PUBLICIDADE

“Não tive nenhum atrito interno com o CBF ou qualquer diretor que seja. E com a Pia, eu sinceramente não sei. Juro que gostaria de saber o motivo”, disse a atacante do Santos.

Cristiane não é chamada por Pia desde o início de 2021. Apesar de boas temporadas defendendo o Santos, a atacante ficou fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio e viu de casa a seleção brasileira ser eliminada nas penalidades pelo Canadá nas quartas de final. Durante muito tempo se especulou que a ausência da jogadora teria alguma relação com um atrito com a CBF, mas isso foi negado pela atleta.

Marta e Cristiane são as maiores artilheiras da seleção brasileira, quando se juntam os números da masculina com a da feminina. Confira o top-10 completo, com homens e mulheres Foto: Eric Gaillard / Reuters

“Olha, eu me lembro que a última vez que bati na CBF foi depois dos Jogos Olímpicos (em 2016), em que até saí da seleção na época e enderecei uma carta aberta ao presidente (Marco Polo del Nero, à época), justamente porque não tínhamos melhorias dentro da seleção. Prontamente, ele me atendeu, fez uma reunião, me pediu para voltar para a seleção. Então, depois, de lá para cá, joguei a Copa do Mundo de 2019 normalmente”, justificou Cristiane.

Cristiane marcou 55 gols com a camisa da seleção. As maiores conquistas da atacante defendendo o Brasil foram as medalhas de prata nos Jogos Olímpicos de 2004 e 2008 e o vice-campeonato na Copa do Mundo de 2007.

No momento do anúncio das 26 jogadoras, Pia Sundhage foi questionada sobre o motivo da ausência de Cristiane na Copa do Mundo de futebol feminino e preferiu não comentar sobre o assunto. “Acho que, para mostrar respeito às 26 jogadoras que estamos levando, quero falar destas jogadoras ( que estão na lista). Elas são o principal na Copa do Mundo”, se limitou a dizer a treinadora.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.