PUBLICIDADE

Publicidade

Cruzeiro bate Atlético-PR, encerra jejum e segue entre os primeiros no Brasileiro

De Arrascaeta marca e dá fim a uma sequência de três jogos sem vitória

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

O Cruzeiro voltou a vencer pelo Campeonato Brasileiro e continua entre os primeiros colocados. O time mineiro foi mais eficiente no ataque e venceu o Atlético Paranaense por 1 a 0, neste domingo, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, em jogo válido pela 32.ª rodada.

+ TEMPO REAL - Confira os lances da partida

+ Corinthians faz 3 a 2 no Palmeiras, volta a vencer e abre vantagem na liderança

+ Com dedo de Renato Gaúcho, Grêmio vira jogo e liga sinal de alerta no Flamengo

+ Leia mais notícias sobre o Cruzeiro

O clube de Minas Gerais vinha de uma sequência de três jogos sem vencer na competição, com duas derrotas e um empate. A vitória mantém o Cruzeiro entre os melhores colocados. Distante da briga pelo título, ocupa a quinta posição com 51 pontos, mas já está garantido na fase de grupos da Copa Libertadores de 2018 pelo título da Copa do Brasil.

Publicidade

De Arrascaeta marca, garante vitória do Cruzeiro e fim do jejum no Brasileirão Foto: Washington Alves/Cruzeiro

Do outro lado, o Atlético Paranaense voltou a perder depois de três rodadas, sendo duas vitórias e um empate. Apesar do tropeço, segue distante da zona de rebaixamento. No momento, ocupa posição intermediária na tabela de classificação, com 42 pontos.

A partida começou bastante estudada e com poucas emoções. Mesmo com uma marcação mais adiantada, dificultando a saída de bola do Atlético Paranaense, o Cruzeiro criou muito pouco. Nas raras chegadas ofensivas, conseguiu apenas conclusões de longa distância.

O Atlético Paranaense encontrou grandes dificuldades para trabalhar a bola e acabou punido pela postura defensiva aos 40 minutos. O meia Robinho fez um lindo lançamento do campo de defesa e o atacante Arrascaeta escapou nas costas da defesa. Dentro da área pela esquerda, o uruguaio limpou a marcação e bateu colocado no ângulo esquerdo do goleiro Weverton.

A segunda etapa começou com a mesma intensidade da primeira, porém com um Cruzeiro mais incisivo. Apesar da vantagem, o time mineiro seguiu mais próximo de ampliar do que sofrer o empate. Aos 11 minutos, o meia Rafinha apareceu bem. Após escanteio, ele pegou sobra fora da área e encheu o pé exigindo grande defesa de Weverton.

PUBLICIDADE

Conforme o tempo passou, o clube mineiro diminuiu o ritmo e passou a administrar o jogo. Sem poder de reação, o time visitante pouco assustou o goleiro Fábio. A melhor chance saiu em um lance despretensioso aos 24 minutos. O meia Guilherme cobrou escanteio, a bola pegou efeito e bateu no travessão. Na sobra, o volante argentino Lucho González completou e zaga salvou em cima da linha.

Pela 33.ª rodada, nesta quarta-feira, às 21h45, o Cruzeiro volta a campo para enfrentar o Flamengo, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, o Atlético Paranaense recebe o líder Corinthians, às 21 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba.

FICHA TÉCNICA

Publicidade

CRUZEIRO 1 x 0 ATLÉTICO-PR

CRUZEIRO - Fábio; Ezequiel, Manoel, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Lucas Silva, Rafinha (Rafael Marques), Thiago Neves (Alisson) e Robinho; Arrascaeta (Jonata). Técnico: Mano Menezes.

ATLÉTICO-PR - Weverton; Jonathan, Wanderson, Paulo André e Fabrício; Esteban Pavez (Éderson), Lucho González (Matheus Rossetto) e Guilherme; Lucas Fernandes (Pablo), Ribamar e Sidcley. Técnico: Fabiano Soares.

GOL - Arrascaeta, aos 40 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rafinha (Cruzeiro); Pavez e Sidcley (Atlético-PR).

ÁRBITRO - Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP).

RENDA - R$ 144.047,00.

Publicidade

PÚBLICO - 8.157 pagantes (10.845 no total).

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.