PUBLICIDADE

Publicidade

Ex-goleiro da Argentina é demitido de TV espanhola por fala racista contra jogador do Barcelona

Jogadores do PSG e da equipe catalã boicotaram a emissora após partida da Champions League

PUBLICIDADE

Foto do author Leonardo Catto
Por Leonardo Catto

A emissora espanhola Movistar Plus+ demitiu Germán Burgos, que atuava como comentarista esportivo. A demissão se deu após o ex-goleiro da seleção argentina fazer um comentário racista contra Lamine Yamal, do Barcelona. Bugros disse que “se o atacante não der certo no futebol, pode terminar em um semáforo”.

PUBLICIDADE

A fala foi feita antes da partida entre Barcelona e Paris Saint-Germain, pela Champions League, na quarta-feira, dia 10. Os clubes ficaram cientes do comentário ainda antes do jogo. Como protesto, jogadores das duas equipes recusaram-se a dar entrevista à emissora.

Horas após a partida, a Movistar se pronunciou sobre o caso. ”A plataforma tomará as medidas para garantir que esses fatos não voltem a se reproduzir”, disse a nota publicada no X (antigo Twitter).

Em março, Lamine Yamal foi um dos destaques da Espanha no amistoso contra o Brasil, empatado por 3 a 3. Foto: Seleção Espanhola via X

O ex-goleiro usou sua conta no Instagram para pedir desculpas. “Não foi minha intenção causar danos a Lamine Yamal, torcedores do Barcelona, jogadores, UEFA, nem à plataforma Movistar Plus+. Ao fazer meu comentário, fiz uma piada sobre a qualidade (de Yamal) e suas virtudes, em nenhum caso foi sobre etnia ou classe social”, escreveu Burgos. O ex-goleiro subiu para o futebol profissional no Ferro Carril no final da década de 1980. Ele também passou pelo River Plate, antes de ir para a Espanha, onde defendeu Mallorca e Atlético de Madri.

Yamal teve destaque no Brasil recentemente pelo bom desempenho diante da seleção brasileira, em amistoso empatado por 3 a 3, no Santiago Bernabéu. Desde que se profissionalizou no Barcelona, o jovem de 16 anos vem quebrando recordes. Contra o PSG, Yamal se tornou o jogador mais jovem a jogar uma partida de quartas de final de Champions League.

O Barcelona venceu o PSG por 3 a 2 no Parque dos Príncipes, na França, e tem vantagem para o jogo da volta, na próxima terça-feira, dia 16, no Estádio Olímpico Lluís Companys.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.