PUBLICIDADE

Publicidade

Gastos da Rússia com Copa aumentam em mais de 500 milhões de euros

Último balanço divulgado pelo governo russo mostra que o evento já está avaliado em 10 bilhões de euros (R$ 38 bilhões)

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

MOSCOU - Os gastos para a Copa do Mundo da Rússia, que será realizada em 2018, aumentaram 5,4% em relação ao último balanço e já chegam a 10 bilhões de euros (R$ 38 bilhões), segundo um decreto divulgado pelo governo russo nesta quarta-feira (25). Em números, a última alta representa pouco mais de 510 milhões de euros (R$ 1,95 bilhão).

Rússia será sede da Copa do Mundo em 2018. Foto: David Mdzinarishvili/Reuters

A quantia supera os gastos do Brasil para a realização da Copa do Mundo de 2014, estimados em cerca de R$ 25,5 milhões. Mesmo que a mídia internacional peça para que os russos justifiquem o aumento e toda a quantia já gasta, o governo do país e a organização do mundial não deram nenhuma declaração sobre o decreto assinado pelo primeiro-ministro da Rússia, Dmitri Medvedev.

De acordo com o comunicado, 57,6% do orçamento para a Copa do Mundo são de fundos federais. Já outros 13,6% são de responsabilidade dos governos regionais, com mais 28,8% de "entidades legais", ou seja, empresas estatais e privadas. Para a Copa do Mundo, a Rússia se comprometeu em construir nove estádios e reformar outros três. Além disso, o governo russo precisou renovar a infraestrutura dos transportes públicos do país e construir hotéis.(ANSA).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.