Publicidade

Há 50 anos, Pelé marcava oito gols em uma mesma partida

Em goleada sobre o Botafogo-SP, Rei quebrava recorde de outro santista, Araken; menos de 10 mil pessoas viram o feito na Vila

PUBLICIDADE

Por Vanderson Pimentel
Atualização:

Parecia apenas mais um jogo na Vila Belmiro, válido pelo Campeonato Paulista daquele ano. Mas nunca dava para saber o que se esperar de Pelé. Há exatos 50 anos, o ex-jogador registrava seu recorde pessoal e marcava oito gols em uma só partida. A vítima do camisa 10 do Santos foi o Botafogo de Ribeirão Preto, derrotado por 11 a 0, em 21 de novembro de 1964.

A partida, realizada em um sábado chuvoso, foi vista por apenas 9.437 pessoas em Santos. Além de Pelé, Pepe (olímpico), Coutinho e Toninho fizeram os outros gols santistas. Na primeira etapa, o Rei do Futebol fez gols aos 4, aos 8, 16, 37 e 39 minutos. Na etapa final, Pelé marcou mais três, aos 25, 26 e também aos 28 minutos, um atrás do outro.

"Dos oito, Pelé gostou mais do que fez de cabeça e na hora do pênalti teve vontade de pular de alegria, mas não saiu do chão porque chutar de tão perto é covardia. Bateu tranquilo, dentro de um estádio que morria de medo de que ele errasse pênalti pela quarta vez neste campeonato. Foi sem paradinha e a bola saiu perfeita. Pelé virou-se para o meio de campo, abaixou a cabeça e fechou os punhos com os braços abaixados. Depois, sumiu no meio de tantos abraços", relembrava a edição.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.