PUBLICIDADE

Publicidade

Time de Messi fica sem vaga direta no novo Mundial de Clubes após perder Concachampions; veja gols

Inter Miami foi derrotado por 3 a 1 pelo Monterrey, do México, e caiu nas quartas de final do torneio

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O Inter Miami, time de Lionel Messi nos Estados Unidos, perdeu por 3 a 1 para o Monterrey, do México, e foi eliminado da Copa dos Campeões da Concacaf, a Concachampions, entra a noite de quarta e a madrugada desta quinta-feira. A queda nas quartas de final do torneio tirou a equipe americana da briga por uma vaga no novo Mundial de Clubes, que terá 32 clubes e será realizado em 2025.

A Concacaf tem direito a quatro vagas no Mundial, reservadas aos campeões das edições 2021, 2022, 2023 e 2024 da Concachampions. Monterrey, Seattle Sounders e León são os times já garantidos. A última vaga ficará entre Pachuca-MEX, Club América-MEX e Columbus Crew-EUA, semifinalistas da atual edição ao lado do Monterrey, classificado ao Mundial pelo título conquistado em 2021.

Messi não conseguiu ajudar o Inter Miami a avançar na Concachampions. Foto: Eduardo Verdugo/AP

PUBLICIDADE

O torneio de clubes da Fifa será disputado nos Estados Unidos, que, como anfitrião, vai indicar um clube para participar da competição, portanto ainda há alguma esperança para o Inter Miami. O critério que será utilizado para a escolha ainda não foi divulgado.

O time de Messi perdeu por 2 a 1 o jogo de ida contra o Monterrey e não conseguiu reagir na volta, por isso acabou derrotado por 3 a 1 e eliminado. O craque argentino não balançou a rede, e a equipe americana ainda lamentou a expulsão de Jordi Alba, outra estrela do futebol mundial que integra o elenco formado por nomes como Luís Suárez e Sergio Busquets.

Como será o novo Mundial de Clubes?

O novo formato será semelhante à Copa do Mundo, a cada quatro anos. A primeira edição será entre 15 de junho de 2025 e 13 de julho de 2025 com 32 clubes. Será o segundo de três torneios realizados na América do Norte de maneira consecutiva. Neste ano, há a Copa América, nos Estados Unidos (assim como o Mundial de Clubes). Depois, será a Copa do Mundo 2026, com sede tripla, incluindo Canadá e México.

O torneio é anunciado pela Fifa como “a maior competição de clubes”. As vagas têm como base os desempenhos das equipes no ciclo de quatro anos entre cada edição, o que, segundo a entidade, “demonstra consistência e recompensa”. Ainda restam 11 vagas para a próxima edição. Neste ano, serão anunciados, além do novo troféu, o novo logo da competição, detalhes sobre os jogos, calendário e regulamento para desempate.

Veja os times já classificados:

  • Palmeiras (Brasil): campeão da Libertadores 2021
  • Flamengo (Brasil): campeão da Libertadores 2022
  • Fluminense (Brasil): campeões da Libertadores 2023
  • Chelsea (Inglaterra): campeão da Champions League 2020/2021
  • Real Madrid (Espanha): campeão da Champions League 2021/2022
  • Manchester City (Inglaterra): campeão da Champions League 2022/2023
  • Bayern de Munique (Alemanha): via ranking da Europa
  • Borussia Dortmund (Alemanha): via ranking da Europa
  • Paris Saint-Germain (França): via ranking da Europa
  • Inter de Milão (Itália): via ranking da Europa
  • Juventus (Itália): via ranking da Europa
  • Porto (Portugal): via ranking da Europa
  • Benfica (Portugal): via ranking da Europa
  • Al-Hilal (Arábia Saudita): campeão da Champions League da Ásia de 2021
  • Urawa Red Diamonds (Japão): campeão da Champions League da Ásia de 2022/23
  • Al Ahly (Egito): campeão da Champions League da África de 2020/2021
  • Wydad Casablanca (Marrocos): campeão da Champions League da África de 2021/2022
  • Monterrey (México): campeão da Copa dos Campeões da Concacaf de 2021
  • Seattle Sounders (Estados Unidos): campeão da Copa dos Campeões da Concacaf de 2022
  • León (México): campeão da Copa dos Campeões da Concacaf de 2023
  • Auckland City (Nova Zelândia): campeão da Champions League da Oceania mais bem ranqueado

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.