Publicidade

Maradona convoca Verón, mas Riquelme fica de fora

PUBLICIDADE

Por AE
Atualização:

O técnico da Argentina Diego Maradona divulgou nesta segunda-feira a lista com os convocados para o amistoso contra a França que atuam no próprio país. O meia Juan Sebastián Verón foi um dos cinco lembrados pelo treinador, mas Juan Román Riquelme ficou de fora da convocação. A justificativa de Maradona para não chamar Riquelme é a estreia do Boca Juniors no Torneio Clausura do Campeonato Argentino, neste domingo. Além de Verón, o técnico chamou também o seu companheiro no Estudiantes, o zagueiro Marcos Angeleri. Os outros três convocados foram Cristian Ledesma, do San Lorenzo, Daniel Montenegro, do Independiente, e Emiliano Papa, do Vélez Sarsfield. A Argentina enfrenta a França no dia 11 de fevereiro, em Marselha. O amistoso será o último teste antes da próxima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2010. No dia 28 de março, a seleção argentina enfrenta a Venezuela em Buenos Aires, e depois encara a Bolívia em La Paz. O time de Maradona está em terceiro no classificatório, atrás do Brasil e do líder Paraguai. Confira a relação de convocados da Argentina para o amistoso: Goleiros: Juan Pablo Carrizo (Lazio, Itália) e Sergio Romero (AZ Alkmaar, Holanda). Defensores: Javier Zanetti, Nicolás Burdisso, Walter Samuel (Inter de Milão, Itália), Martin Demichelis (Bayern de Munique, Alemanha), Gabriel Heinze (Real Madrid, Espanha), Daniel Díaz (Getafe, Espanha), Marcos Angeleri (Estudiantes) e Emiliano Papa (Vélez Sarsfield). Meias: Javier Mascherano (Liverpool, Inglaterra), Fernando Gago (Real Madrid, Espanha), Maximiliano Rodríguez (Atlético de Madrid, Espanha), Jonás Gutiérrez (Newcastle, Inglaterra), Luis González (Porto, Portugal), Juan Sebastián Verón (Estudiantes), Daniel Montenegro (Independiente) e Cristian Ledesma (San Lorenzo). Atacantes: Lionel Messi (Barcelona, Espanha), Sergio Agüero (Atlético de Madrid, Espanha), Carlos Tévez (Manchester United, Inglaterra), Ezequiel Lavezzi, Germán Denis (Napoli, Itália), Lisandro López (Porto, Portugal) e Angel Di María (Benfica, Portugal).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.